A mídia e os objetos deixam as pessoas importantes?

É incrível perceber como atualmente a importância das pessoas é medida por sua influência, poder, riqueza e muito menos por seu caráter. Uma arma, um cargo político, uma posição de destaque em alguma organização e todo o poder de lobby são mais importantes do que o poder da criatividade, do bom caráter e da consciência limpa. Governos, emissoras de TV e grandes portais compartilham alguns bons exemplos e mostram o que não deve ser feito. Mas dentro dessas organizações, muitas vezes é difícil encontrar alguém íntegro que segue os bons ensinamentos.

Veja mais

Quando a danada oferece um serviço em troca de outro serviço

Existe um grupo de pessoas que pensam que homens são todos iguais. Outro grupo pensa que mulheres agem sempre de maneira parecida. A verdade é que toda generalização é burra e não podemos julgar o todo por causa de uma pequena amostragem. Pensando de maneira superficial podemos cometer grandes equívocos, partindo do princípio que todos os homens e todas as mulheres tomariam as mesmas decisões em determinada situação.

Veja mais

Um homem sabe mesmo como decepcionar uma mulher

É incrível como homens são capazes de decepcionar totalmente as mulheres. Enquanto elas são complexas e precisam de carinho, companheirismo e atenção, muitos deles são dispersos, esquecidos e distraídos. O que os dois gêneros precisam fazer para conviver em harmonia perfeita? Muitas vezes parece que nem homens são capazes de entender outros homens. E que nem mulheres são capazes de entender outras mulheres. 

Veja mais

A briga da jornalista e o preço para usar o banheiro

Em uma reportagem curiosa sobre o preço para usar o banheiro, houve um incidente com a equipe de reportagem da TV Aratu, afiliada do SBT. A ideia da matéria era falar sobre a diferença do preço na hora de fazer o número 1 e o número 2 (respectivamente xixi e cocô, para quem não entende). Em um estranho desentendimento com uma mulher que trabalha no local, a jornalista perde a linha e troca agressões. O vídeo é, no mínimo, curioso.

Veja mais