quadrinhos

Quadrinhos que nos fazem pensar na vida

Aqui no Satirinhas gostamos de compartilhar quadrinhos para pensar e refletir. Compartilhar a obra de artistas brasileiros e internacionais com nosso público é uma de nossas missões. Os quadrinhos de hoje são da excelente página Relatos de um dia extremamente mediano. Um nome complexo para quadrinhos igualmente profundos que tentam desvendar a natureza dos anseios e devaneios presentes na alma humana. 

Nem sempre é fácil olhar para dentro de si mesmo e analisar nossos preconceitos, vontades, erros e acertos, e todo o conjunto de coisas psicológicas que interferem nas nossas ações. Tudo isso forma o que realmente somos em nossa essência. E nem sempre o ser humano é bonito por dentro.

O preconceito, por exemplo é uma das atitudes mais abomináveis da atualidade. Cor, religião, orientação sexual, opção partidária, time de futebol, estilo de música preferido, entre milhares de outras coisas são capazes de separar as pessoas e gerar as reações mais idiotas de intolerância. Vejamos um exemplo:

preconceito-em-quadrinhos

Só nós podemos sair das situações complicadas em que nos metemos. Muitas pessoas podem nos ajudar, mas é através de nossa atitude mental que todas as coisas mais importantes de nossa vida são realizadas.

relatos de um dia incrivelmente mediano

Muita gente solteira morre de vontade de namorar mas não consegue encontrar a pessoa ideal. Mas namorar para quê? É tão errado assim querer estar sozinho? Muitas vezes parece que existe um mundo de coisas que só podem ser feitas a dois. Por outro lado, existe um outro mundo de coisas que só podem ser feitas pelos solteiros. De que lado você está?

Receba sempre novidades incríveis e envie seu conteúdo para aparecer aqui. Participe:

Olha só isso:

Autor

Católico Apostólico Romano, Publicitário, funcionário público, ilustrador e blogueiro. Apreciador de quadrinhos, artes e tudo o que pode transformar vidas para melhor. Acredita que fé em Deus, conhecimento, troca de informações e experiências podem ajudar a construir um novo mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *