Uma história de amor totalmente improvável

Uma história de amor totalmente improvável

Hoje vamos compartilhar uma história de amor totalmente improvável, que serve de inspiração para os valentes soldados que atravessam o vale da friendzone de maneira destemida. Tudo bem que a vida é difícil e que, na maioria das vezes, não ter muitas habilidades com as mulheres pode afastá-las com muita rapidez. Mas sempre existe algum caso de sucesso que nos faz acreditar que a humanidade tem jeito e que as mulheres possuem outras funções além de humilhar os homens de bom coração.

No decorrer deste artigo, me lembrei de um conteúdo interessante que vi na internet e resolvi fazer uma importante comparação, que mostra que o ser humano é bem pior do que os periquitos australianos. Se tiver nervos fortes, leia até o fim e se surpreenda!

Veja também: Friendzone no cinema. Você conhece alguém que já sofreu deste mal?

Uma história de amor totalmente improvável

Na maioria dos casos, rastejar, implorar e ajoelhar aos pés de uma mulher é um convite à humilhação total. Um homem que corre muito atrás pode ser totalmente ignorado e fazer papel de bobo, além de passar noites em claro chorando e pensando na amada que o dispensou. Eu disse “na maioria das vezes” porque não é assim que acontece em 100% das vezes. Em 0,00001% das vezes, o coração da amada pode amolecer e fazer o papel de capacho insistente pode dar certo, dessa maneira:

Uma história de amor totalmente improvável

Essa história de amor é um exemplo para aqueles que lutam pela amada mas acabam desanimando por conta da falta de reação da moça.  A persistência, em alguns casos pode amolecer um coração e essa luta pode ser a maior prova de amor que um homem pode dar.

Ao ver a imagem desses dois, me lembrei da linda história de amor entre periquitos australianos que vi no Mundo.Com, e me deu vontade de fazer uma comparação cruel entre seres humanos complicados e cheios de orgulho (que se fazem de difíceis) e uma espécie de pássaros que priorizam o amor, o carinho e a cumplicidade. Se você não curte fofura, carinho e romance, é melhor parar de ler agora mesmo!

Imagens fofas sobre a história de amor de periquitos australianos

Por conta de sua personalidade e cores bonitas, essa espécie de aves tornou-se um dos mascotes favoritos em vários lares. Eles amam viver em grupo e valorizam companhias da mesma espécie, por isso, é uma crueldade criar um periquito australiano sozinho, sem uma companhia adequada.

Essas belas aves exóticas possuem como característica interessante a fidelidade ao parceiro, e a companhia amorosa os ajudam a se manterem saudáveis e felizes. Já que estamos falando de história de amor, nada mais justo do que citar esses pássaros símbolos da boa convivência a dois.

História de amor entre periquitos australianos
Fonte: Freyaeverafter

Essas aves amorosas são fofas, comportadas, pequenas e ótimos mascotes para casas com pouco espaço. Dessa forma, qualquer um pode ter em casa para alegrar seus dias. Pode até ser útil observar o comportamento desses pássaros no cotidiano antes de falar ou fazer bobagem na sua família.

História de amor entre periquitos australianos
Fonte: Freyaeverafter

A personalidade dócil é um traço marcante da espécie, que é calma, dócil, fiel e sempre tenta dar o melhor de si (coisa que muito humano por aí não é capaz de sequer tentar).

História de amor entre periquitos australianos
Fonte: Freyaeverafter

As atitudes dessa espécie comprovam tudo o que está sendo dito aqui: eles são extremamente fiéis, carinhosos e leais. Quem não gostaria de ter um mozão assim para chamar de seu?

História de amor entre periquitos australianos
Fonte: Freyaeverafter

Os periquitos australianos não só apenas demonstram afeto, como também cuidam de seu parceiro, limpando e fazendo o possível para o bem do seu amor com pequenos detalhes mas que, sem dúvida, valem mais que mil palavras.

História de amor entre periquitos australianos
Fonte: Freyaeverafter

Muitos humanos se julgam completos e dizem que não precisam de um parceiro, mas os periquitos australianos abrem o coração e assumem que não conseguem viver sozinhos. Eles precisam da companhia de outro pássaro de sua espécie para se sentirem felizes, saudáveis e completos. Mesmo que tenham sido fotografados e compartilhados aqui, eles não têm necessidade de selfies vazias que tentam passar a imagem de um casal que se ama. Eles simplesmente amam e ponto.

História de amor entre periquitos australianos
Fonte: Freyaeverafter

A linda história de amor entre esses pássaros são um exemplo para nós, humanos, que perdemos tanto tempo com mesquinharias e deixamos de compartilhar carinho com aquelas pessoas que julgamos especiais. Que tal começar a mudar isso hoje, inspirados por essas informações e imagens fofinhas?

Freyaeverafter

As imagens dos pássaros foram compartilhadas pelo Freyaeverafter, um Instagram com mais de 260 mil seguidores, que nos mostra várias imagens fofas de lindos cães, gatos, aves e outros animais. É relaxante e inspirador ver tanta beleza! Para finalizar, confira o vídeo a seguir com mais pássaros fofos:

Conclusão

Comparar a dureza do coração humano e a mania irritante de “fazer charminho” com a suavidade, humildade e amor dos passarinhos chega a ser covardia. Mas o que nos impede de buscar o amor hoje mesmo e espalhar o bem por onde passarmos? Por que sustentar tanto orgulho, dar valor para pessoas erradas e depois se arrepender pela oportunidade perdida de viver uma grande história de amor?

Falamos muita bobeira, mas também temos nossos momentos de reflexão, curtiu? Deixe sua opinião nos comentário e nos diga como melhorar o Satirinhas pra você!

[mc4wp_form id=”13376″]

Olha só isso:

[supsystic-gallery id=496 position=center]

3 comentários em “Uma história de amor totalmente improvável”

  1. Pingback: Pode copiar mas não faz igual - Aziume - Blog de humor com merda na cabeça!

  2. Valeu pela postagem…só que esses pássaros não são periquitos australianos e sim “forpus coelestis”. Sou criador de pássaros e já os criei. Podem pesquisar!

    1. Boa tarde Jader, muito obrigado pelo seu comentário. Vamos pesquisar e corrigir a postagem assim que possível,
      ou então deixar e mostrar que erramos. Abraços e continue nos visitando!

Deixe uma resposta para Altair Fonseca Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima