Uma mulher que peida e a vida com o namorado

Uma mulher que peida e a vida com o namorado

Uma mulher que peida pode ser considerada uma raridade por aqueles que ainda acreditam na fábula de que “mulher não peida”. Aliás, basta ter um relacionamento um pouco mais íntimo com qualquer uma para perceber que ela solta flatulências várias vezes por dia. Dependendo da alimentação e do organismo, algumas são capazes de peidar até mais que os homens! Sobre esse e alguns outros assuntos divertidos tratam os quadrinhos do MurrzStudio que vamos compartilhar hoje. 

Veja também: Pessoas que falharam na hora do romantismo.

Uma mulher que peida

O que um homem deve fazer ao descobrir que se relaciona com uma mulher que peida demais? Daqueles peidos fedidos que empesteiam qualquer ambiente e tornam a respiração impossível, sabe? Uma ideia interessante é compartilhada no quadrinho a seguir:

Uma mulher que peida

Esperando na cama

Muitas vezes a mulher está carente e espera pacientemente por carinho, até que a espera torna-se demorada demais e a insensibilidade do parceiro fica evidente. Nessas horas é importante deixar bem claro o seu descontentamento.

Esperando na cama

A deusa da cozinha

Nada mais sexy do que uma mulher que é especialista em elaborar pratos saborosos, que temperam qualquer relação com agrados que devem ser recíprocos. Só é um pouquinho triste quando as expectativas não são atendidas.

A deusa da cozinha

Um namorado carinhoso

Um namorado carinhoso sempre pensa no melhor para sua amada e faz o possível para que sua existência seja a mais prazerosa e plena possível. Infelizmente, isso não pode ser dito de todos os tipos de namorados.

Um namorado carinhoso

Tempo de namoro

No início, os dois ainda não possuem a intimidade necessária para mostrarem todos os seus defeitos e peculiaridades. Mas com o tempo, todo namoro se desenvolve e o conhecimento mútuo se traduz em tudo o que vamos descobrindo do outro.

Tempo de namoro

Curtiu o conteúdo? Você vai gostar também disso:

[supsystic-gallery id=523 position=center]

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima