Mônica assassina e outras artes incorretas

Mônica assassina e outras artes incorretas

Hoje veremos alguns quadrinhos hilários de Paulo Moreira, um criativo artista que trata de assuntos de interesse popular, como a Mônica assassina. Ninguém nunca parou para pensar sobre como os quadrinhos da Turma da Mônica estimulam a violência contra o homem e o bullying contra gordos e quem fala errado? É muita coisa errada em um lugar só, mas aprendi a ler com esses quadrinhos e passei minha infância com eles. A seguir veremos um desenho polêmico e outras histórias engraçadas da vida cotidiana.

Veja também: A morte da Pequena Sereia e outros quadrinhos trágicos.

Mônica assassina

Seria a Mônica uma assassina perigosa com tendência psicótica? Uma menina que só reage violentamente ainda quando criança, pode evoluir para algo muito pior na idade adulta.

Mônica assassina

Quadrinhos incorretos

Já que estamos falando de coisas incorretas, que tal prosseguir nessa linha que deixa tanta gente de cabelo em pé? Nossas famílias andam muito desestruturadas e as crianças aprendem exatamente o que é predominante em uma casa. Não adianta esconder sua falsa educação e bons costumes. Seu filho vai denunciar tudo na primeira oportunidade!

Quadrinhos incorretos

Queijo que estica

Muita gente ama sanduíches com um suculento queijo que estica, mas tudo tem limite. O normal é que o queijo estique e ceda em algum momento para que seja apreciado. Mas o que acontece em muita lanchonete por aí é isso:

Queijo que estica

Ruim mas quero mais

Sabe quando você percebe que algo é muito ruim mas não consegue parar de consumir? Acontece com muita gente!

ruim mas quero mais

Tirando foto

Hoje em dia as pessoas procuram alcançar a foto perfeita e fazem de tudo para isso. Poses, filtros, cenários magníficos, mas nada disso esconde uma vida de merda.

Tirando foto

Curtiu o conteúdo? Continue vendo muito mais e saia clicando em tudo que ver por aí. É livre de vírus, pode confiar, eu já testei.

Veja também:

[supsystic-gallery id=530 position=center]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima