A morte da Pequena sereia e outros quadrinhos trágicos

A morte da Pequena sereia e outros quadrinhos trágicos

Aqui no Satirinhas amamos compartilhar os melhores quadrinhos do Brasil e do mundo. Hoje você vai conhecer um pouquinho da obra do criativo Sephko, que faz algumas criações realmente divertidas e interessantes. Dentre os assuntos abordados nos quadrinhos que vamos compartilhar hoje estão a trágica morte da Pequena Sereia e de dois astronautas desavisados, além do relacionamento de uma mãe com a tecnologia e muito mais! Venha curtir com a gente.Veja também: Ter medo de barata é uma grande bobagem.

A morte da Pequena sereia

Para quem sempre amou a linda Pequena Sereia dos estúdios Disney, vê-la morrer por obra de um grande navio pesqueiro pode ser um tanto trágico. Pois bem, essa ideia passou pela cabeça do artista.

A morte da Pequena sereia

Maravilhas do Japão em quadrinhos

A inteligência dos asiáticos é inigualável e quem visita o Japão, por exemplo, pode ter experiências surreais e se apaixonar perdidamente pelo conforto trazido pelas novas tecnologias. Esses quadrinhos mostram o encantamento de um turista com uma privada tecnológica:

A morte de dois astronautas

Os quadrinhos de hoje estão realmente trágicos e veremos mais duas mortes a seguir. Nesse caso, um dos astronautas não respeitou uma regra básica dentro de aeronaves e os dois acabaram pagando muito caro por isso.

A morte de dois astronautas 

Opinião comprada

Em tempo de fake news e opiniões automatizadas, muitas vezes algumas mensagens da internet tornam-se suspeitas. No que devemos acreditar e onde devemos buscar as informações? Existe alguma fonte inquestionável à prova de erros e paixões? Deixe sua opinião nos comentários no fim da página, desde que você não seja um robô comprado pela oposição para destruir o nosso blog.

Opinião comprada

Tecnologia

A tecnologia está cada vez mais presente no relacionamento entre pais e filhos, e nem sempre isso pode ser visto com algo positivo. O excesso de automatização pode engessar as relações e reduzir a atenção que as pessoas dão umas às outras.

Tecnologia

O conteúdo do blog continua! Veja muito mais em nossos parceiros:

[supsystic-gallery id=527 position=center]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima