7 curiosidades sobre a saúde bucal

7 curiosidades sobre a saúde bucal

Para manter a saúde bucal é preciso ir além da higiene diária. Afinal, se você quer ficar livre de tártaros, cáries, gengivite e outros, usar a escova, fio dental e enxaguantes bucais é bastante limitado. Ou seja, se você quer evitar problemas bucais, vai precisar entender mais sobre os mitos e verdades envolvidos. Para te ajudar, selecionamos aqui algumas curiosidades sobre o assunto. Confira!

Lista de curiosidades sobre a saúde bucal

Ao falar sobre saúde bucal, logo imaginamos escovar os dentes e passar fio dental. Porém, a questão vai muito além e a seguir você vai conhecer algumas curiosidades relacionadas aos cuidados com a sua boca.

1. A escovação vai além dos dentes

A higiene bucal deve incluir a gengiva, céu da boca, bochechas e língua. Se não realizar a limpeza da forma correta, muitos problemas podem aparecer, desde cáries até gengivite. Sem contar que a limpeza da gengiva deve ser realizada de forma correta. Ou seja, para evitar problemas no tecido, opte por uma escova macia e faça movimentos leves.

2. A alimentação contribui com a saúde bucal

A boa alimentação ajuda na saúde de todo o corpo, incluindo a da boca. Portanto, manter um cardápio variado, rico em alimentos saudáveis, ajuda na ingestão de nutrientes essenciais. Entre eles, o cálcio, vitaminas e minerais que fortalecem os tecidos bucais e a estrutura óssea.

3. O mau hálito não é causado apenas por alimentos

Além do tempero das refeições, outros fatores podem causar o mau hálito. Entre eles, o acúmulo de placa bacteriana, tanto nos dentes quanto na língua, causa a halitose. Sem contar que pessoas que sofrem com problemas respiratórios, por exemplo a sinusite, tendem a desenvolver o mau cheiro na boca, por conta da secreção que desce pela parte de trás da garganta.

4. Visitar o dentista a cada seis meses não é uma regra

As visitas ao dentista devem ocorrer sempre que necessário. Porém, quando não se tem qualquer problema aparente, muitas pessoas acreditam que devem realizar a visita somente a cada seis meses. Mas é válido saber que essa é uma condição que varia de pessoa para pessoa. Até mesmo o paciente que está em tratamento e deve retornar ao consultório antes desse tempo, mesmo mantendo boa higiene bucal, pode ter problemas se não fizer correto acompanhamento com o especialista. Portanto, é aconselhável ter um convênio odontológico para manter o retorno dentro de um tempo desejável.

5. O esmalte dos dentes é a parte mais dura do corpo

Muitos acreditam que os dentes são a parte mais dura do corpo. Porém, a verdade é que o esmalte ganha esse título. Por ser um tecido altamente mineralizado, o esmalte é tido como a parte mais dura do corpo.

6. As salivas protegem a boca

A saliva ajuda muito na saúde bucal, tanto que a falta dela resulta em mau hálito. De acordo com especialistas, nossa boca costuma produzir cerca de 375 litros de saliva durante toda a vida. Elas são fundamentais por terem ação bactericida e lubrificar nossa mucosa da boca, vias digestivas superiores e da faringe. Sem contar que protegem a boca contra bactérias que fixam nos dentes, diminuindo assim, a incidência de cáries.

Saúde bucal
Fonte imagem: Pixabay.

7. Alimentos e bebidas quentes e geladas não causam sensibilidade

Muitas pessoas acreditam que os alimentos e bebidas quentes e geladas causam sensibilidade nos dentes. Porém, esse é um pensamento errôneo, já que a verdadeira causa da sensibilidade dentária é a retração gengival. Ou seja, quando se escova os dentes com muita força, por exemplo, surge o problema. Além disso, algumas pessoas desenvolvem a sensibilidade após usar alguns tipos de aparelhos ortodônticos.

Então, você conhecia essas curiosidades? Conhece outras? Compartilhe!

Por: Andreia Silveira, que colabora com o site PlanodeSaude.net.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima