Quadrinhos Católicos / Religião

O estado deplorável de abandono e miséria que muitos vivem não pode ser chamado de paz

A verdadeira paz está em Deus, e é muito triste ver tantas pessoas se enganando, chamando de paz um estado tão deplorável de abandono e miséria. As palavras podem parecer duras, mas tudo o que não vem de Deus é simplesmente lixo. Se você vive uma falsa felicidade e buscas desesperadas por migalhas, abra o seu coração para Jesus com toda a sua verdade e sinceridade. Peça o auxílio do Senhor!

Veja também:

A idolatria

Vemos muitas pessoas de outras denominações declarando erradamente que a Igreja Católica Apostólica Romana, a verdeira Igreja de Cristo, vive a idolatria. Dizem isso por causa da respeitosa veneração de imagens de Santos que os fiéis católicos realizam.

Sobre os santos e mártires, muitos derramaram o sangue em testemunho da fé. Seria blasfêmia acusar os primeiros mártires da fé de idólatras. O Concílio de Niceia II, em 787, declarou:

“Na trilha da doutrina divinamente inspirada dos nossos santos padres e da Tradição da Igreja Católica, que sabemos ser a tradição do Espírito Santo que habita nela, definimos com toda a certeza e acerto que as veneráveis e santas imagens, bem como a representação da cruz preciosa e vivificante, sejam elas pintadas, de mosaico ou de qualquer outra matéria apropriada, devem ser colocadas nas santas igrejas de Deus sobre os utensílios e as vestes sacras, sobre paredes e em quadros, nas casas e nos caminhos, tanto a imagem de Nosso Senhor, Deus e Salvador, Jesus Cristo, quanto a de Nossa Senhora, a puríssima e santíssima mãe de Deus, dos santos anjos, de todos os santos e dos justos” (Catecismo da Igreja Católica, nº 1161).

A verdadeira paz está em Deus

Iniciei este artigo falando da idolatria porque muitos dos que acusam a Igreja Católica de idolatria, acabam idolatrando o dinheiro, a imagem, o status e seu bem estar geral. Tantas pessoas estão perdidas em uma busca de satisfação imediata que acabam perdendo o contato com Deus, que está disponível para nós a todo o momento, mas precisa ser buscado, precisa ser acolhido.

Não busque sua felicidade nas curtidas, nas redes sociais, numa tentativa de mostrar o que você não é. Não tente destruir a fé, não entre em brigas desnecessárias apenas para “vencer” o debate e perder a razão. Pense profundamente no que você tem “idolatrado” atualmente.

Recolha-se no silêncio e fale com Deus sobre tudo o que está no seu coração. Ele te ama e tem esperado por esse momento contigo.

Autor

Católico Apostólico Romano, Publicitário, funcionário público, ilustrador e blogueiro. Apreciador de quadrinhos, artes e tudo o que pode transformar vidas para melhor. Acredita que fé em Deus, conhecimento, troca de informações e experiências podem ajudar a construir um novo mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *