Preservação do meio ambiente
Curiosidades

O que a indústria pode fazer pelo meio ambiente?

A preservação do meio ambiente tornou-se uma das prioridades no meio industrial. Essas empresas estão constantemente fazendo uso de matérias-primas para transformá-la, por meio de seus processos, nos mais variados produtos e bens de consumo.

Tudo o que é usado pela indústria pode partir do meio ambiente e de insumos gerados por meio dele. Por conta disso, estabeleceu-se a importância dessas empresas implantarem e melhorarem ações para impactar menos o ecossistema.

Elas podem adotar diferentes estratégias, fazendo uso dos mais variados meios, seja de reciclagem, separação do lixo e outras alternativas.

Tudo isso é importante para evitar que os processos da própria indústria provoquem danos ao meio ambiente, que consequentemente irão impactar a vida da sociedade.

Esses prejuízos, em algum momento, vão chegar até as empresas, diminuindo sua produção e dificultando o acesso à matéria-prima necessária. Por conta disso, a preservação e os cuidados com o meio ambiente estão cada vez mais em pauta.

Sendo assim, é importante conhecer o funcionamento de grandes indústrias, seus meios de produção atuais e as ações de preservação ambiental que podem ser aplicadas.

É sobre isso que abordaremos neste texto, enfatizando a importância da conscientização para o ecossistema.

Como funcionam as grandes indústrias

Ao falarmos sobre indústrias, a primeira coisa que vem à mente são grandes fábricas que produzem alguma coisa por meio de procedimentos. De fato, este pode ser um bom resumo do papel dessas empresas, no entanto, é bom conhecê-la um pouco mais.

Produção industrial

A produção industrial é a transformação de matéria-prima em produtos que serão comercializados. O acompanhamento é importante para avaliar e comparar o desempenho industrial e também da economia do país.

Além da licença ambiental prévia, para acompanhar a produção industrial, é necessária a Pesquisa Industrial Mensal de Produção Física (PIM-PF), realizada pelo IBGE.

Essa pesquisa tem o intuito de apresentar o comportamento do produto real das indústrias de extração e transformação.

Tipos de produção industrial

Existem muitos tipos de indústria, como:

  • Indústria Têxtil;
  • Indústria Alimentícia;
  • Indústria Automotiva;
  • Indústria Metalúrgica.

O processo produtivo da indústria têxtil, além de precisar de monitoramento de descargas atmosféricas, é formado basicamente de preparação da matéria-prima; produção de fio, tecelagem ou tricotagem, preparação e tingimento.

Já a produção alimentícia se dá por meio de processos industriais ou também da produção agrícola. Além disso, esse setor tem todo um cuidado que envolve o transporte das mercadorias, geralmente rodoviário ou ferroviário.

A produção automotiva é considerada uma das mais importantes para a economia do país, e consiste em mão de obra robotizada na primeira fase, o que permite soldar em locais onde a mão de obra humana não alcança. Dividindo seus processos adequadamente, temos:

  • Estamparia;
  • Estruturação;
  • Funilaria;
  • Pintura;
  • Portas;
  • Motor;
  • Montagem.

Já a indústria metalúrgica possui vários processos diferentes, dedicados às mais diversas finalidades. Por exemplo, o setor de usinagem dedica-se a transformar peças metálicas brutas em diferentes peças.

Essas serão usadas em outros setores industriais, como montagem de aviões, automóveis, eletrodomésticos, construção civil etc.

Todos esses setores precisam de licenciamento ambiental cetesb e outros cuidados com o meio ambiente, conforme discutiremos no próximo tópico.

Ações sustentáveis que podem ser aplicadas pela indústria

Tendo como base o fato de que as indústrias utilizam insumos naturais e que também geram resíduos poluentes, é importante a adoção de práticas que minimizem os impactos, tais como:

1 – Criação de setor de gestão ambiental

O setor de gestão ambiental das empresas industriais tem como papel organizar ações sustentáveis, além da conscientização dos colaboradores.

É este setor, por exemplo, que vai implantar sistemas de descarte de resíduos industriais, dentre outras práticas. Ele é formado por uma equipe de profissionais, como engenheiros ambientais.

2 – Educar os colaboradores

Todos os funcionários da empresa precisam se conscientizar quanto às ações sustentáveis adotadas por ela. É dessa maneira que se consegue criar uma cultura sustentável para que as medidas sejam cumpridas e respeitadas.

É importante que os colaboradores estejam alinhados para que as ações não sejam em vão, bem como os investimentos nelas.

3 – Utilizar sistemas de reaproveitamento de água

A indústria consome muita água para os seus processos, além de usos básicos como alimentação e higiene dos colaboradores. Por isso, os setores começaram a adotar medidas de reuso e uso conscientes.

Um exemplo disso é o aproveitamento da água da chuva, algo muito utilizado em bairros, assim como retirada de entulho residencial. Mesmo assim ele pode e é usado como um dos principais métodos sustentáveis na indústria.

Para isso, é feito o armazenamento da água em reservatórios ou caixas d’água com grande capacidade. 

Com isso, a empresa pode utilizá-la em limpezas e descarga de banheiros. O tratamento de efluentes também é uma possibilidade real.

Muitas médias e pequenas empresas industriais usam essa estratégia sustentável. Isso porque ela é fácil de ser adotada, necessitando um investimento acessível em comparação a muitos outros.

A água da chuva, então, é reaproveitada durante os processos de produção, após passar por uma pequena estação de tratamento.

4 – Reciclagem de lixo sólido

Além das ações com queimadores industriais, a reciclagem reduz o consumo de matéria-prima e a emissão de gases que poluem o ar e as águas.

É possível contratar empresas especializadas nesse processo, e elas trabalham em conjunto com outras empresas para converter o desperdício.

Com isso, o descarte inadequado de papel, plástico, lixo eletrônico, vidro, alumínio e outros materiais usados é evitado.

5 – Utilizar materiais reciclados

Além de reciclar, as indústrias podem priorizar o uso de materiais já reciclados. Há formas simples e baratas para que as empresas invistam nessa ação.

Um exemplo disso é optar pela compra de papel reciclado para os escritórios e outros setores que precisam de papel. 

Além disso, o uso de qualquer outro material provindo desse tratamento é muito útil e colabora com o meio ambiente.

Outro exemplo é substituir o uso de copos descartáveis na cozinha da empresa por copos de uso pessoal dos colaboradores.

Essas atitudes, apesar de muito simples, contribuem com a preservação do meio ambiente, diminuindo o volume de descartes e, consequentemente, os índices de poluição.

6 – Descartar resíduos químicos adequadamente

Antigamente, as empresas tinham o péssimo hábito de descartar seus resíduos químicos em rios, córregos e lagos. Isso diminui a taxa de oxigênio e aumenta a proliferação de microrganismos prejudiciais.

Como resultado há um alto índice de poluição e a morte de espécies aquáticas. 

Portanto, assim como a construção civil adota práticas como a contratação de empresa de caçamba de entulho, outros setores também precisam se conscientizar.

Para isso, elas substituem parte de sua matéria-prima química por versões ecológicas. Os metais pesados podem ser destruídos com soda cáustica e armazenados em galões.

O cianeto pode passar pelo processo de agitação com soda cáustica e, após a neutralização, podem ser descartados.

7 – Ativação de pontos de reciclagem

As empresas também podem ativar alguns pontos de reciclagem em seu interior. Para isso, basta disponibilizar lixeiras de coleta seletiva, devidamente identificadas nas cores adequadas para o descarte de materiais como papel, metal, orgânico e plástico.

Isso fará com que muito lixo gerado dentro da empresa, desde seus processos até por meio de seus próprios colaboradores sejam descartados da maneira correta.

Importância dessas ações para o meio ambiente

Qualquer setor da indústria, como uma empresa de instalação industrial, precisa adotar práticas como essas, uma vez que elas trazem muitos benefícios para o meio ambiente.

Além disso, as empresas conseguem economizar, reduzir custos operacionais, serem mais valorizadas, além de melhorarem sua imagem perante seus clientes, fornecedores e parceiros.

Além disso, elas contribuem para as condições ambientais, preservando rios, lagos, diminuindo a emissão de gases e também o consumo de água.

Essas ações precisam estar presentes na rotina de qualquer empresa, apesar da realidade ainda não ser dessa forma.

Com pequenas atitudes que se aprimoram com o tempo, os resultados trazidos são muito positivos. E eles refletem tanto no meio ambiente, quanto nas finanças das empresas.

Conclusão

O meio ambiente é único e sua deterioração leva ao fim de muitas espécies, chegando a prejudicar a qualidade de vida humana. O fato é que todos precisam ter consciência, a começar pelas indústrias e se estendendo até a sociedade.

Quanto mais ações sustentáveis forem realizadas, mais o ecossistema será preservado e a humanidade só tem a ganhar. Além disso, a própria indústria abre um leque de novas possibilidades para seus meios de produção.

Com isso, ela não precisa ficar presa a velhos padrões, evoluindo com suas próprias ações e conscientização. 

Tudo isso reflete nas práticas pessoais de seus colaboradores, que se tornam pessoas mais conscientes e que procuram meios de preservar.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Autor

Católico Apostólico Romano, Publicitário, funcionário público, ilustrador e blogueiro. Apreciador de quadrinhos, artes e tudo o que pode transformar vidas para melhor. Acredita que fé em Deus, conhecimento, troca de informações e experiências podem ajudar a construir um novo mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *