Saiba como tornar a sua casa mais segura

Saiba como tornar a sua casa mais segura

Viver em uma casa mais segura é o objetivo de muitas pessoas e, no Brasil, isso é uma necessidade. Em vista da escassez de segurança nas ruas, proprietários de imóveis recorrem a vários meios para tornar o seu lar mais protegido.

Quando as devidas precauções não são tomadas, abrimos uma brecha para que ladrões e pessoas mal-intencionadas se aproximem. Ficar em casa com a sensação de que algo pode acontecer a qualquer momento não é agradável.

Nossa casa é sinônimo de descanso, privacidade e lazer, logo, é preciso estar seguro para garantir nosso conforto. A rotina flui muito melhor e a convivência com a família também.

Mesmo que você more em uma região protegida e com monitoramento, nunca é demais garantir por outros meios a proteção do lar. E, hoje em dia, existem vários recursos que podem ser usados, por meio da tecnologia e melhorias na estrutura.

Se você quer melhorar o nível de segurança do seu lar, leia este artigo. Aqui, vamos falar sobre a importância desse reforço, além de apresentar algumas dicas de como evitar passar por situações ruins, como os assaltos. Confira!

fachada da casa
Fonte da imagem: Pixabay.

Importância de ter uma casa segura

Infelizmente, o Brasil é um dos países com maiores índices de assaltos à residências no mundo, principalmente nas maiores cidades em que, a cada uma hora, uma casa é invadida.

As pessoas estão sempre se sentindo inseguras, mesmo dentro de suas próprias casas. Quem nunca passou por essa situação, com certeza conhece alguém que já vivenciou, mesmo contando com alguns recursos.

Ter uma casa segura com porta de aço reforçada, por exemplo, não é apenas uma questão social, mas um estado de tranquilidade psicológica. Mais do que estar seguro, é importante se sentir seguro.

Existem muitas formas de alguém mal-intencionado invadir uma casa, como podemos perceber nos noticiários e outros casos que ouvimos por aí.

Eles podem pular o muro, render moradores que estão chegando em casa e até mesmo usar equipamentos que driblem os sistemas de segurança.

Só que, hoje em dia, existem vários métodos que combatem as diferentes formas que os invasores utilizam. Sendo assim, uma casa segura é fundamental para evitar perdas materiais, reduzir os riscos de vida e garantir a tranquilidade 24 horas por dia.

Dicas para ter uma casa mais segura

Agora que você já entende a importância de ter um lar mais seguro para todos, vamos dar algumas dicas que vão te ajudar a reforçar a segurança. São elas:

1 – Reforçar a segurança de portas e janelas

Existem vários meios que garantem a segurança de um imóvel como um todo, como no caso de estudo de impacto de vizinhança loteamento. Mesmo assim, é preciso se atentar à estrutura do seu imóvel depois de pronto.

As portas e janelas são as brechas que os bandidos precisam para entrar com facilidade em uma casa, por isso, nunca é demais reforçar sua segurança.

Além das fechaduras, você pode usar trincas e grades, uma vez que estas dificultam o acesso e fazem com que os ladrões desistam por não terem tempo hábil para abrir.

2 – Atenção ao chegar e sair

Mesmo que você conte com os melhores sistemas de segurança, nunca é demais prestar atenção no movimento da rua onde você mora ao chegar e sair de casa.

Veja se há alguma movimentação suspeita ou pessoas que você não conheça rondando o local. Caso note, dê uma volta no quarteirão para se certificar de que está tudo bem.

Ao entrar ou sair, abra e feche o portão rapidamente, pois alguns minutos de demora podem ser o suficiente para criar uma oportunidade aos invasores.

3 – Ter uma boa iluminação

Alguns recursos inibem a presença de pessoas mal intencionadas, como tela de proteção para janela e boa iluminação.

Casas bem iluminadas destacam a presença de pessoas que não moram ou nunca estiveram no bairro. Além disso, se o imóvel estiver vazio, fará com que um possível ladrão pense que tem gente em casa.

4 – Contratar um seguro residencial

Algumas pessoas acreditam que o seguro residencial é importante apenas em casos como:

  • Desastres naturais;
  • Incêndios;
  • Acidentes domésticos;
  • Desmoronamentos.

No entanto, ele também ajuda a recuperar economicamente pertences roubados em casos de assaltos e furtos. É uma maneira de reaver os bens que foram perdidos nessas situações.

5 – Construir muros altos

Os muros são importantes para garantir a segurança, bem como para manter a privacidade dos moradores. Eles podem evitar, por exemplo, que um ladrão veja que você tem um armário para escritório com chave onde guarda itens de valor.

Os muros protegem a visão de janelas e portas, além dos veículos que estão na garagem. Mas é essencial que eles sejam bem altos, pois assim possíveis invasores não conseguem pular.

Para reforçar ainda mais, você pode instalar cercas elétricas e lanças em cima do muro, ou ainda usar recursos como os cacos de vidro. Apesar de ser uma estratégia muito antiga, poucas pessoas vão tentar a sorte de pular sem se cortar.

6 – Instalar alarmes e câmeras de segurança

A tecnologia também é uma forte aliada para preservar a sua segurança dentro de casa. Exemplos disso são os alarmes de segurança instalados em pontos estratégicos do imóvel.

É possível programar um horário para acioná-los, bem como em casos de movimentações suspeitas.

Da mesma maneira, mais uma vez a tecnologia entra em ação com as câmeras de segurança que garantem toda a tranquilidade aos moradores.

Elas também podem ser instaladas em pontos estratégicos, como em uma calha em alumínio, muros, portões, porta de entrada e até mesmo dentro da residência.

Além de inibir os ladrões, as câmeras podem ajudar a solucionar ocorrências próximas, como assaltos de transeuntes e crimes mais graves.

Casas de esquina são fortes candidatas a invasões, pois possuem pontos cegos que nem todos os vizinhos conseguem enxergar. Por isso, instalar as câmeras é uma estratégia importante para reforçar a segurança do seu lar.

7 – Utilize cofres

O ideal é guardar itens de valor como dinheiro e jóias em bancos, mesmo assim, algumas pessoas gostam de mantê-los por perto.

Nessas situações, os cofres são muito importantes porque eles protegem bens valiosos dentro de casa que podem ser roubados em um assalto.

No entanto, eles precisam ser instalados em pontos estratégicos e possuir senhas ou controle de acesso por biometria que somente o proprietário possa acessar.

8 – Dificultar o acesso

Como vimos, a tecnologia e o reforço na estrutura do imóvel podem ajudar a mantê-lo mais seguro, mas existem algumas ações que você mesmo pode fazer, como por exemplo, cortando galhos de árvores próximos ao muro.

Feche aberturas em telhados, ar-condicionado e exaustão e guarde escadas que estejam próximas de sacadas e janelas mais altas.

Você também pode providenciar tudo o que for necessário para instalar um portão automático, como disjuntor bifásico e outros itens.

Esse tipo de portão agiliza a entrada e a saída do imóvel, afinal, o morador não precisa descer do carro para abri-lo ou ficar procurando as chaves na bolsa.

9 – Tenha um cão de guarda

Cachorros que latem muito são verdadeiros alarmes em casos de alguma presença estranha na casa. Inclusive, raças maiores e mais intimidadoras também desestabilizam a ação de ladrões.

Se você tiver um cão mais dócil, não permita que estranhos tenham contato com ele, pois ele pode não esboçar reação, caso seja um possível invasor estudando a residência.

Também é importante que o cão de guarda seja adestrado para não aceitar comida de estranhos, pois esta é uma maneira de domar o animal ou até mesmo de envenená-lo para que os bandidos possam agir livremente.

10 – Não divulgar informações

A tecnologia ajuda a proteger a sua vida, mas também facilita para que pessoas de má índole saibam tudo sobre você, e uma das principais fontes para isso são as redes sociais.

Não compartilhe fotos de viagens ou faça check-in em modo público, apenas para amigos. Dessa forma, possíveis ladrões nunca saberão se a sua casa é um alvo fácil.

Se for fazer uma viagem longa, peça para algum vizinho recolher as correspondências ou colocar um lixo em sua lixeira para ser recolhido durante a semana. São práticas simples, mas que podem fazer toda a diferença na proteção do seu lar.

Conclusão

Essas estratégias, apesar de simples, dificultam assaltos e invasões, uma vez que nenhum assaltante está disposto a cortar uma tela de proteção para sacada. Ele tem pouco tempo e tudo o que dificulta sua ação o intimida.  

Seu lar é seu bem material mais precioso, principalmente porque é nele que você descansa, revê a família no final no dia e divide momentos com quem é importante para você.

Para fazer todas essas atividades com conforto e tranquilidade, é importante estar seguro, portanto, com as dicas que demos aqui, certamente você será capaz de preservar a sua casa.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima