Conheça os males causados pela ansiedade para o seu corpo

Conheça os males causados pela ansiedade para o seu corpo

A sociedade sempre passou por grandes transformações sociais e econômicas de onde surgiram novas formas de relacionamento, e por conta disso, demandas diferentes também nasceram. Em maior ou menor grau, as pessoas começaram a passar por uma série de patologias referentes a um estado natural de proteção do corpo humano que começou a ser conhecido como ansiedade.

A ansiedade, portanto, é uma resposta do cérebro frente a algum trauma ou então uma predisposição genética que faz com que o corpo fique sempre em alerta, se manifestando em diferentes graus. Alguns quadros de ansiedade crônica evoluem para quadro de pânico e até depressão.

De maneira geral, a ansiedade causa situações difíceis de se comportar, da mesma forma como quando há um incômodo na boca com o aparelho invisível. As situações para quem tem ansiedade podem incluir sintomas como:

  • Nervosismo;
  • Medo;
  • Apreensão;
  • Preocupação.

No presente texto falaremos sobre o que é a ansiedade, o que a compõe e outros assuntos relacionados a esse quadro.

sobre a ansiedade
Fonte da imagem: Pexels.

Entendendo a ansiedade 

A ansiedade pode ser enquadrada em dois tipos, a ansiedade comum, que acontece quando reagimos a alguma situação nova, uma surpresa, quando falamos em público, vésperas de exames e provas e a ansiedade clínica, que é um quadro médico que precisa ser cuidado, que acontece de forma muito mais intensa e comprometendo a saúde emocional da pessoa.

Assim como um tratamento de canal só pode ser feito por médico dentista, analisar o quadro de ansiedade como clínica é algo que pode ser feito somente pelo psicólogo, juntamente com o médico psiquiatra, apontando para um tratamento mais acertado e efetivo.

Abaixo falaremos sobre dois conceitos que são fundamentais para entender esse quadro: a diferença entre medo e ansiedade.

Diferenças de medo e ansiedade

Os transtornos de ansiedade, que são quadros clínicos, compartilham de algumas semelhanças e diferenças.

Um dos sintomas comuns são os medos e as ansiedades excessivas que geram mudanças comportamentais brutas e bastante complexas.

Por medo podemos entender como uma resposta emocional a uma ameaça, tanto irreal como percebida, podendo ser manifestada de diferentes jeitos, do medo de altura até medo de pombos. 

A ansiedade por sua vez é quando ocorre uma antecipação futura de alguma situação ou de algum sentimento. Geralmente, os ataques de pânicos são decorrentes de uma resposta ao medo, que gera uma antecipação do futuro.

A ansiedade e outros quadros clínicos

Os quadros de ansiedade e medo podem ocasionar problemas de saúde que vão além do estado emocional, uma delas é o aparecimento de doenças bucais, principalmente nos dentes e na boca.

Isso acontece porque o estresse permite que substâncias químicas sejam enviadas pelos neurotransmissores de forma que podem causar baixa imunidade e consequentemente doenças.

Alguns quadros clínicos relacionados a saúde bucal que podem ser ocasionados pela ansiedade são:

  • Mau hálito;
  • Bruxismo;
  • Aftas;
  • Problemas com as gengivas.

Em alguns casos é necessário fazer processos como extração de dente e muitos outros. No tópico abaixo falaremos de alguns pontos que podem ajudar no controle da ansiedade ou no diagnóstico pessoal que levará ao médico especialista.

Cuidando da ansiedade

A forma mais eficiente de cuidar da ansiedade é a descoberta dos gatilhos emocionais que podem desencadear todas as reações de medo e antecipação futura. Assim, o tratamento mais atual para lidar com todos esses momentos de ansiedade crônica é a psicoterapia.

A psicoterapia ajudará na identificação de determinados gatilhos e situações que podem gerar esse quadro. Além disso, existem pontos que serão tratados com o terapeuta, mas que também dependerá de mudanças de hábitos, como diminuir o consumo de bebidas estimulantes como a cafeína, álcool, e diminuir ou eliminar o hábito de fumar. 

Em alguns casos há situações mais profundas, como problemas com a família, com as finanças pessoais e no trabalho, que demandam um determinado tempo para que tudo seja cuidado, como um tratamento de implante dentário.

Caso for identificado, o psicólogo fará o encaminhamento para o psiquiatra, que poderá dar suporte medicamentoso para o tratamento, por um tempo, ou até quando todos os gatilhos forem tratados.

O tratamento com medicamentos é o último recurso e tem como objetivo lidar com os sintomas que podem aflorar com muita intensidade.

Assim, compreendemos que a ansiedade é um quadro bastante complexo e que precisa de cuidado e atendimento especializado, e somente assim será possível lidar com todos os gatilhos e viver de forma mais tranquila e com qualidade. 

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe da Clínica Ideal, plataforma especializada em marketing e gestão para consultórios e clínicas odontológicas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima