Ter filhos antes dos 30 é assustador?

Filhos são uma grande bênção e ter uma criança é certamente um dos momentos mais emocionantes na vida de um pai e de uma mãe. Mas ter um novo membro na família envolve muita responsabilidade e várias obrigações que apenas vão crescendo ou mudando ao longo dos anos. Alimentar, vestir, cuidar, educar e ensinar tudo que a vida vai cobrar do pimpolho é trabalhoso e nem sempre tudo sai como o esperado. Aprender a conviver, ganhar e perder junto com a criança é uma atividade que muda para sempre a vida de um pai e uma mãe.

A divertida e sensual vida cotidiana de um casal que se ama

A vida cotidiana de um casal que se ama pode ser muito divertida, estimulante e sensual. Tudo que é feito com amor deixa a vida mais colorida. E por falar em colorida, a série de desenhos de Yehuda Devir é extremamente cheia de cores e vida. Cada pequeno momento vivido com extremo carinho é retratado em artes autobiográficas com o título: One Of Those Days. É muito fofo!

Quadrinhos que nos fazem pensar na vida

Aqui no Satirinhas gostamos de compartilhar quadrinhos para pensar e refletir. Compartilhar a obra de artistas brasileiros e internacionais com nosso público é uma de nossas missões. Os quadrinhos de hoje são da excelente página Relatos de um dia extremamente mediano. Um nome complexo para quadrinhos igualmente profundos que tentam desvendar a natureza dos anseios e devaneios presentes na alma humana. 

Bolos temáticos que não deram tão certo

As crianças de hoje em dia adoram desenhos animados e são muito espertas, além de terem um grande poder de persuasão sobre os pais, pois podem conseguir qualquer coisa quando querem. Inclusive um bolo temático. E a partir desse momento existem dois tipos de pais: aqueles que compram o bolo com uma confeiteira profissional e aqueles que tentam fazer por conta própria. O único empecilho é que correm o risco de o bolo não sair tão perfeitinho. Pode ser que na tentativa de conseguir satisfazer a criança gastando menos ou realizando seu pedido de uma forma mais afetiva, aconteça como diz o ditado: “o barato sai caro”.