Quando você pensa que está com a razão mas falou o que não devia

Muitas vezes, as pessoas impulsivas acham que estão cobertas de razão e não pensam muito antes de agir. O problema é quando essa atitude vem em forma de postagem na internet. Não tem como “desdizer” o que foi dito depois que algum esperto tirou print e arquivou a cagada. Hoje vamos compartilhas alguns casos de pessoas que teriam feito muito melhor se tivessem ficado caladas. 

Eu escolhi esperar e a internet precisa saber

Eu Escolhi Esperar é uma escolha, quase que um movimento de pessoas que escolhem não praticar sexo antes do casamento. Manter a pureza e seguir os mandamentos de alguma religião é uma atitude nobre e puritana, que envolve grande esforço físico e psicológico. Afinal, o corpo humano tem hormônios e em determinadas idades é bem difícil “esperar”. Também é interessante ouvir algumas frases do tipo “na minha época não era essa pouca vergonha”, dita por alguma avó que teve 12 filhos. 

Uma mulher que não beija faz tempo e quadrinhos para pensar na vida

Uma série de acontecimentos aleatórios acabam se encaixando de maneira inesperada e formam o que chamamos de vida. Em alguns casos, podemos interferir e mudar tudo para sempre, em outros, nada podemos fazer. Tomara que todos os dias possamos pensar com calma e inteligência na hora de fazer as escolhas que serão responsáveis por tudo o que seremos no futuro. 

Não é impossível entender as mulheres

Muitos homens por aí se prendem a várias frases feitas como “é impossível entender as mulheres” ou “quem entende as mulheres?”. Mas, em primeiro lugar, para entender alguma coisa, é preciso querer e ter paciência para entender a determinada coisa. A “coisa de hoje é a mulher. E que coisa maravilhosa elas são! Os homens podem falar o que quiserem, mas é impossível viver sem elas, e desconfio que elas sintam um pouquinho de falta dos homens também. 

Quadrinhos gostosos de ler que tocam o coração

É quase impossível que você viva a mais de 10 anos no planeta Terra e não conheça a linda e memorável obra de Charles Schulz.

Charles Monroe Schulz foi um cartunista americano, criador da série Peanuts e dos personagens Charlie Brown e seu cachorro da raça beagle chamado Snoopy, entre outros. Seus traços simples, delicados e divertidos, aliados a roteiros cheios de lições de vida e pensamentos interessantes, são um ótimo início para que qualquer criança pegue gosto pela leitura. É claro que, mesmo vários anos depois de sua morte (em 2000), a obra de Schulz permanece viva encantando crianças, jovens e adultos do mundo todo e em vários idiomas.