Quadrinhos gostosos de ler que tocam o coração

É quase impossível que você viva a mais de 10 anos no planeta Terra e não conheça a linda e memorável obra de Charles Schulz.

Charles Monroe Schulz foi um cartunista americano, criador da série Peanuts e dos personagens Charlie Brown e seu cachorro da raça beagle chamado Snoopy, entre outros. Seus traços simples, delicados e divertidos, aliados a roteiros cheios de lições de vida e pensamentos interessantes, são um ótimo início para que qualquer criança pegue gosto pela leitura. É claro que, mesmo vários anos depois de sua morte (em 2000), a obra de Schulz permanece viva encantando crianças, jovens e adultos do mundo todo e em vários idiomas. 

Pegadinha: a bela vendedora de algodão doce revelando um segredo

Quando uma bela mulher resolve provocar, é difícil encontrar muitos homens capazes de resistir. Imagine então como são as coisas nas pegadinhas armadas do João Kléber? Ou você acha que aqueles testes de fidelidade e todas as brincadeiras se desenrolam daquela maneira cinematográfica na vida real? O cara é muito falso e ainda duvida da inteligência do telespectador. E aquela risadinha? E o para, para, para!!!!!? 

Ser garota de programa não é fácil

Muitos dizem que é a profissão mais antiga do mundo. Outros repudiam e afirmam que garotas de programa são a escória da sociedade. O fato é que elas são as principais fornecedoras de um serviço que tem um vasto mercado. Muitas vezes, por falta de opção e melhores condições de vida, outras vezes pela própria vontade, e muitas vezes por abuso, obrigação e trabalho forçado criminoso, mulheres vendem seu corpo buscando ter uma vida melhor. Mas que vida melhor seria essa alcançada por esses meios?

A interminável espera de um cão por seu dono

O amor de um cão por seu dono é incondicional. Apenas quem tem um cachorro sabe o que é passar um bom tempo fora de casa, voltar ao lar, e ser recebido de maneira tão calorosa, fiel e emocionada pelo animalzinho. Não é da boca pra fora que muitos afirmam que o cão é o melhor amigo do homem. Muitas vezes abandonados, maltratados e desrespeitados, eles ainda são capazes de fornecer o seu melhor latido e abanada de rabo em sinal de alegria ao ver o querido dono entrando pela casa.