Quadrinhos gostosos de ler que tocam o coração

É quase impossível que você viva a mais de 10 anos no planeta Terra e não conheça a linda e memorável obra de Charles Schulz.

Charles Monroe Schulz foi um cartunista americano, criador da série Peanuts e dos personagens Charlie Brown e seu cachorro da raça beagle chamado Snoopy, entre outros. Seus traços simples, delicados e divertidos, aliados a roteiros cheios de lições de vida e pensamentos interessantes, são um ótimo início para que qualquer criança pegue gosto pela leitura. É claro que, mesmo vários anos depois de sua morte (em 2000), a obra de Schulz permanece viva encantando crianças, jovens e adultos do mundo todo e em vários idiomas. 

A interminável espera de um cão por seu dono

O amor de um cão por seu dono é incondicional. Apenas quem tem um cachorro sabe o que é passar um bom tempo fora de casa, voltar ao lar, e ser recebido de maneira tão calorosa, fiel e emocionada pelo animalzinho. Não é da boca pra fora que muitos afirmam que o cão é o melhor amigo do homem. Muitas vezes abandonados, maltratados e desrespeitados, eles ainda são capazes de fornecer o seu melhor latido e abanada de rabo em sinal de alegria ao ver o querido dono entrando pela casa.

A faculdade é como a pré-escola

A vida é feita de etapas e entrar na faculdade é uma transição muito drástica e inesquecível. Grandes momentos serão vividos nessa idade e o jovem começa a tornar-se um grande adulto com um futuro brilhante pela frente. Ao comparar nossa primeira atividade escolar, a pré-escola, com o início do ápice de nossa vida acadêmica, podemos perceber algumas semelhanças curiosas e divertidas.

Esses quadrinhos podem te deixar deprimido ou animado

A vida tem muitas contradições e aqui no Satirinhas gostamos de encarar tudo de frente. Por exemplo, existem pessoas que ficam tristes com a a alegria e felizes com a tristeza. Parece difícil entender mas é claramente possível. Pessoas que veneram a desgraça e atraem e desejam tudo o que dá errado, são conhecidas por apresentar uma visão depressiva da vida. Em alguns casos, é doença e precisa de tratamento. Em outros, é apenas o jeito de ser de alguém. 

O incrível poder da nossa mente

É muito curioso parar para pensar sobre o incrível poder de nossa mente. Analisando friamente, podemos perceber claramente que a maioria de nossos sofrimentos e preocupações nunca chegam a se concretizar. Então por que perdemos tanto tempo criando monstros enorme em nossa mente todos os dias? Por que focar em tudo que pode dar errado e não enxergar as oportunidades de acerto e crescimento? E mesmo se tudo der errado, por que não aceitar e usar a lição para aprender?