entrevista de emprego

entrevista de emprego

Saiba como ir bem em uma entrevista de emprego

A entrevista de emprego é uma das etapas mais importantes de um processo seletivo, visto que é o momento em que os recrutadores podem conhecer mais sobre você, observar o seu comportamento e fazer perguntas mais detalhadas, que não aparecem no currículo.

Por esse motivo, devemos encarar a entrevista como algo decisivo. Afinal de contas, muitos candidatos são desligados no processo durante essa conversa, então é preciso convencer o entrevistador que, dentre todos os concorrentes, você é o melhor.

Então, vale a pena se preparar bem – inclusive, psicologicamente. Alimente-se bem (para isso, conte com o auxílio de um bom kit café da manhã), vista uma roupa adequada e saiba o que falar aos recrutadores.

Mas sabemos que isso não é tão simples assim quanto parece. Por esse motivo, o artigo de hoje trouxe algumas dicas de como ir bem em uma entrevista de emprego. Acompanhe a leitura!

Entrevista de emprego
Fonte da imagem: Pexels.

1 – Prepare-se com antecedência

Alguns dias antes da entrevista de emprego, comece a se preparar. Isso ajuda a refrescar sua memória e relembrar situações importantes na sua carreira profissional. O recomendável é que você selecione de 5 a 10 situações de destaque.

Aliás, essa dica é essencial para quem vai passar por uma entrevista de emprego por competência. 

Afinal de contas, o entrevistador poderá fazer perguntas sobre situações passadas, em que você terá que relatar os acontecimentos, como trabalhar sob pressão ou liderar um grupo.

Sendo assim, caso você tenha sido líder em uma empresa de motoboy, por exemplo, vale a pena separar ocorrências em que você precisou mostrar essa capacidade de liderança, como resolver um conflito ou orientar a melhor tomada de decisão.

Com esse preparo, você já terá uma noção do que pode responder ao entrevistador no momento da entrevista, sem ficar “puxando da memória” os acontecimentos.

2 – Busque conhecer a empresa

Caso você esteja pleiteando uma vaga para creche infantil particular, vale a pena pesquisar um pouco mais sobre a escola, onde está localizada, seus valores, público, entre outras informações.

Com esses dados, além de avaliar se você realmente deseja trabalhar naquele ambiente, dá para responder o entrevistador com mais assertividade, levando em consideração exatamente o que a empresa trabalha.

Por exemplo, ao perceber que uma agência de comunicação tem foco em marketing político, você já pode ir para a entrevista de emprego com essa informação e, ao falar de suas experiências, destacar as situações que mais se encaixam no perfil do negócio.

As informações sobre a empresa também te ajudam a convencer os entrevistadores que você é o candidato ideal. Ao saber a localização, é possível destacar o fácil acesso até a empresa, como você irá chegar e se já conhece a região.

3 – Cuidado com a roupa

Você precisa estar bem apresentado para uma entrevista de emprego. Afinal de contas, estamos lidando com um ambiente profissional, em que a vestimenta faz toda a diferença na percepção dos recrutadores sobre você.

Lembre-se que a sua roupa funciona como um cartão de visita pessoal, dizendo muito sobre você, suas atitudes e personalidade.

Não estamos dizendo para você abandonar o seu estilo, mas ter bom senso na hora de escolher as peças de roupa para a entrevista de emprego. Sendo assim, para os homens é recomendável evitar:

  • Bermudas;
  • Chinelos;
  • Bonés;
  • Camisas de futebol.

O melhor é optar por calças jeans em tonalidades neutras. Não é necessário usar terno e gravata, somente se a empresa tiver esse perfil (por exemplo, nos escritórios de advocacia).

Já as mulheres, devem evitar:

  • Saias curtas;
  • Decotes;
  • Maquiagem excessiva;
  • Chinelos.

O ideal é optar por roupas mais sóbrias e estampas discretas, além de uma maquiagem leve.

4 – Demonstre interesse na vaga

Ninguém quer contratar um profissional apático e desinteressado. Ao contrário, a empresa está em busca de pessoas que se identifiquem com a cultura do negócio, tenham interesse na vaga e estejam motivados para trabalhar.

Então é importante falar de suas experiências, mostrar que tem conhecimento sobre a empresa e o cargo ofertado, desenvolvendo uma conversa simpática com os recrutadores.

Evite responder somente “sim” ou “não”, dando respostas incompletas. Isso pode render uma desclassificação no processo seletivo.

Claro que é preciso ter equilíbrio! Não exagere muito também, dando longos detalhes, tornando a entrevista exaustiva.

Uma dica é ter um catálogo de empresas que você já fez entrevista e relembrar quais foram as perguntas mais comuns. Assim, dá para começar o treino em casa, respondendo essas mesmas questões para você mesmo, antes da entrevista.

5 – Caso não tenha experiência, cite outras situações

Essa dica é fundamental para pessoas que estão em busca da primeira vaga de emprego e ainda não têm muita experiência profissional.

Mesmo que você não tenha trabalhado ainda, vale a pena explorar situações que se assemelham ao mercado, como um trabalho de plotagem de projetos na faculdade, organização de eventos familiares, voluntariados, entre outros.

O importante é mostrar aos entrevistadores que você está disposto(a) a se empenhar no emprego e que consegue lidar bem com algumas situações que demandam espírito de liderança, saber trabalhar em grupo e boa comunicação.

6 – Termine suas falas com uma frase de ouro

Na entrevista de emprego, vale a pena terminar as suas falas com uma frase de ouro, destacando algo positivo. Por exemplo, você pode contar que, após uma situação inesperada, tudo se ajeitou e o negócio alcançou destaque no mercado.

Isso acontece porque o entrevistador tende a pegar um “gancho” do que você diz por último. Sendo assim, se foi algo positivo, é bem provável que esse assunto continue rendendo durante a entrevista.

Essa dica é especialmente válida quando a entrevista é baseada nas informações do seu currículo. Por vezes, ao chegar numa sala reunião pequena para o encontro com os recrutadores, a primeira pergunta pode ser “por que você saiu da empresa anterior?”.

Aqui, é válido contar que você estava em busca de crescimento profissional em outros estabelecimentos, ou ser sincero, ressaltando que o negócio teve que fazer alguns cortes e, agora, com todo o seu conhecimento adquirido, você se acha adequado para a vaga.

7 – Demonstre raciocínio lógico

Pode parecer que não, mas muitos entrevistadores fazem perguntas um tanto absurdas para os participantes. Isso é uma tática para saber se os candidatos sabem como usar o raciocínio lógico, mesmo em situações inesperadas.

Esse tipo de pergunta é mais comum em entrevistas para bancos de investimento e consultorias. Além disso, alguns empreendimentos modernos, como o Google e o Facebook, também costumam adotar essa técnica.

Então, se você estiver contando sobre a sua experiência e a próxima pergunta é: “quantos carimbo empresa você acha que tem por aqui?”, não se desespere. É o momento de mostrar que você sabe usar o raciocínio lógico.

Suponha que a pergunta acima tenha sido feita. Você pode argumentar usando a lógica: “bem, se nessa sala tem X carimbos, contando que na empresa há Y salas, então uma regra de três é capaz de resolver essa questão!”.

Percebe? Você não precisa saber a quantidade correta de carimbos, mas com essa resposta acima, já pode demonstrar a sua capacidade de raciocínio lógico.

8 – Não fique “paralisado” nas perguntas

Em alguns casos, esse tipo de pergunta absurda também é feita para “quebrar o gelo” durante a entrevista, principalmente se o recrutador perceber que você está nervoso(a) ou ansioso(a) durante a conversa.

O segredo aqui é não ficar paralisado. Tente manter uma conversa “normal” e amigável com os entrevistadores. Aos poucos, isso vai te ajudar a se soltar mais na entrevista e mostrar todo o seu potencial.

9 – Faça boas perguntas ao entrevistador

Engana-se quem pensa que em uma entrevista de emprego apenas os recrutadores fazem perguntas. Vai ter um momento em que o próprio entrevistador vai perguntar se você tem alguma dúvida, então faça bons questionamentos sobre a empresa.

Muita gente acha que aqui é a hora de conversar sobre o salário. Porém, se o recrutador perceber que você só tem interesse no dinheiro, isso pode gerar uma desclassificação.

Desse modo, volte-se mais para a cultura organizacional, pergunte a rotina de trabalho e demonstre interesse nas atividades do empreendimento.

Conclusão

Passar por uma entrevista de emprego não é fácil, ainda mais para quem está em busca da vaga dos sonhos. É normal ficarmos nervosos e ansiosos, porém, devemos sempre nos preparar para uma boa apresentação.

Inclusive, todos os detalhes são importantes na hora da entrevista. Por isso, é necessário nos preparar com antecedência!

O artigo de hoje trouxe algumas dicas de como se preparar bem para uma entrevista de emprego. Assim, você pode se acalmar antes do grande momento e se destacar da concorrência, alcançando o sucesso na carreira profissional.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Rolar para cima