O namoro pode ser uma ocasião de pecado e é preciso tomar muito cuidado

Namorar é algo que naturalmente te aproxima de muitos perigos. O olhar já nos aproxima do pecado quando vemos com malícia uma pessoa, mas no namoro, onde há mais proximidade e a possibilidade de beijos e abraços, o perigo é ainda maior.

Veja também:

Namoro não é tempo de sexo

Namoro não é tempo de relações sexuais. As relações sexuais possuem função unitiva e procriativa, e só devem acontecer dentro do matrimônio.

Muitas vezes, no decorrer de um namoro, a intimidade vai aumentando e aquilo que começou de maneira casta vai esquentando e os dois perdem o controle. Sentimentos verdadeiros e propósitos firmes precisam ser vigiados para que não transformem-se em uma paixão carnal. O casal precisa contar com a graça de Deus e fazer a sua parte para não cair.

Namoro é tempo de conhecer

O namoro é um tempo para conhecer com profundidade a pessoa com a qual você tem intenção de casar. Você deve entender as imperfeições do outro, conhecer a família e entender se é mesmo essa pessoa que quer ao seu lado por toda a vida.

Assista o vídeo a seguir, onde Frei Gilson entra em muitos detalhes (bem claros) sobre os perigos no namoro.

Namoro

Ser casto no namoro é a melhor maneira de você se preparar para o casamento. Entenda o valor do corpo humano e também o valor de uma família estruturada, que foi baseada no respeito, na fé e confirmada pelo sacramento do matrimônio.

Pessoas ingratas não evoluem espiritualmente e nem percebem as graças de Deus

Gosto de compartilhar minhas falhas e limitações nos quadrinhos para conversar com as pessoas nas redes sociais e também gosto de fazer perguntas para que meditemos juntos. Ao ler o Livro da Vida, de Santa Teresa d’Ávila, percebi que a Santa se acusa de maneira bem dura em faltas bem menores que as que eu cometo todos os dias. Essa Doutora da Igreja, ao perceber de onde Deus a tirou, nunca mais parou de louvar, adorar e agradecer Aquele que é o único digno de todo o nosso afeto.

Veja também:

A gratidão nos permite ir além

Todo milésimo de segundo é um milagre de Deus em nossa vida. Nenhum tempo de nossa história é ruim. Mesmo nos momentos mais difíceis da vida, o tempo concedido por Deus é uma bênção, e de um mal Ele pode tirar um bem.

Nas noites escuras, descobrimos a luz! Às vezes, dizemos que esta ou aquela época da nossa vida foi melhor ou pior. A verdade é que todas as épocas são boas, pois, em todos os momentos, a mão de Deus está presente. Em todas as situações, a misericórdia divina nos sustenta. E quanto mais tomamos consciência desta graça, mais somos movidos e tocados no íntimo do nosso coração, para dizermos e cantarmos: “obrigado, Senhor”!

Quando percebemos o que o Senhor faz por nós a cada dia, quando olhamos para trás e nos damos conta de que tudo contribuiu para o nosso crescimento, quando sentimos a presença de Deus em tudo isso, aprendemos a ser gratos. E através da gratidão, temos maior consciência da ação de Deus e abrimos as portas para novas e extraordinárias graças.

A vida é um verdadeiro conjunto de mistério, milagre e graça. Pois, ao começarmos a observar a beleza e a perfeição da natureza humana, é impressionante notar como Deus pensou em cada detalhe para criar a humanidade. Faz-nos bem contemplar a criação, sobretudo a do homem e da mulher. Observemos os sentidos, a corrente sanguínea, as juntas, os ossos, os nervos, os membros, os órgãos vitais; enfim, tudo é digno de admiração.

É mais admirável ainda porque Deus ficou encantado com a obra d’Ele e “viu que tudo era muito bom” (Gn 1,31). Nós somos imagem e semelhança do Criador. E se Ele se admirou, nós também somos chamados à contemplação e admiração da obra divina. Nessa contemplação, somos conduzidos ao respeito e ao cuidado, e esta imitação do Senhor nos impulsionará sempre na direção da defesa da vida em toda e qualquer circunstância.

Leigos podem e devem opinar: Professor Felipe Aquino mostra as incoerências da Campanha da Fraternidade 2021

Existe muita polêmica envolvendo a Campanha da Fraternidade 2021, que na prática, em troca da unidade e do ecumenismo, sugere uma perda da identidade e de verdades de fé da Igreja Católica. Todo leigo tem o direito de se manifestar com respeito e discernimento pela defesa da Igreja, e uma voz de autoridade por todo o seu conhecimento é a do Prof. Felipe Aquino.

Veja também:

Como entender a Campanha da Fraternidade 2021?

Quais os interesses por trás da Campanha da Fraternidade e porque deixar a sua elaboração nas mãos de pessoas que não defendem a fé católica? Ouvir diversas opiniões e dialogar é sempre útil, mas ir contra a doutrina de 2 mil anos para seguir novidades sociológicas parece ser, no mínimo, uma imprudência. Para deixar isso bem claro, com muita calma e discernimento, compartilho a seguir um vídeo do Prof. Felipe Aquino.

Prof Felipe Aquino responde Polêmica campanha da fraternidade 2021

Análise mais aprofundada para leigos

Coisas sérias estão acontecendo dentro da Igreja Católica e é preciso defender a verdadeira fé. O pecado existe e está muito claro na Palavra de Deus. Derrubar a existência do pecado e do inferno em nome do ecumenismo é um grande perigo.

A maior caridade que podemos ter com quem vive no vício, é indicar o vício e o pecado, e mostrar o caminho da conversão para que se salve. Quem não acredita nessa verdade, não comunga da fé Católica.

Um estudo aprofundado dos pontos polêmicos da Campanha da Fraternidade foi feito em uma live do Instituto Plinio Corrêa de Oliveira. Assista, medite e rezemos ao Senhor, pois quem busca a verdade não será confundido.

CAMPANHA da FRATERNIDADE INCOMPATÍVEL com a FÉ CATÓLICA: diversidade de religiões e de comportamento

Como vou ouvir Deus se não consigo parar de falar? Os Santos nos mostram o que fazer

No mundo atual, cada vez mais as pessoas são estimuladas a falar e a acelerar de diversas formas, mas como vamos ouvir a voz de Deus se não calamos nem a nossa voz, nem a falação da nossa agitação interior em pensamentos desordenados? Precisamos nos abandonar à Providência Divina e ter mais de fé de que Ele tem o melhor para nós.

Veja também:

A ansiedade e a inquietação podem ser vencidas na entrega a Deus

Estamos cada vez mais ansiosos e inquietos porque queremos ter o controle absoluto sobre cada milímetro de nossas vidas, mas uma grande verdade é que não podemos controlar tudo. Aliás, muitas coisas estão cada vez mais fora de nosso controle. Pensar nisso, pode agitar ainda mais algumas pessoas, mas a solução é nos abandonarmos à Providência Divina, fazendo a nossa parte e tendo a fé de que Deus tem o melhor para nós.

A seguir, assista a um vídeo do meu canal em que falo exatamente sobre isso:

Como vou ouvir Deus se não consigo parar de falar?

Ato de Abandono

Ó meu Deus, eu não sei o que hoje me há de suceder, ignoro-o por completo; mas sei certamente que nada poderá acontecer-me que Tu não tenhas previsto, regulado e ordenado de toda a eternidade, e isto me basta. Adoro os teus desígnios impenetráveis e eternos e a eles me submeto de todo o coração. Quero tudo, aceito tudo e uno o meu sacrifício ao de Jesus Cristo, meu divino Salvador. Peço-Te, em seu nome e pelos seus merecimentos infinitos, paciência nas minhas penas e submissão perfeita e inteira a tudo o que me suceder segundo Teu divino beneplácito.

Assim Seja

Evite todas as más companhias. Ande com os bons e se tornará bom

É fato que companhias erradas te levam para o mal caminho. Não engane-se com as brincadeiras e com as diversões que te levam para um caminho de erro e perversão. Mesmo que alguém pareça “gente boa”, pode te perverter se fica te convidando para situações e erro com frequência. “O homem adquire os hábitos daqueles com quem convive”, diz Santo Tomás de Aquino.

Veja também:

Eu não devo pecar por causa dos outros

Seria muito bom que o lado bom convertesse o lado ruim, mas na prática, acontece muito mais o contrário. Então, por isso, você precisa evitar esse perigo, já que quem está no erro já não vai querer a sua amizade quando você se aproxima de Deus. Não tenha medo desse natural afastamento.

Você não precisa rir de piadas indecentes e permanecer na companhia daqueles que te levam a pecar. Em qualquer situação inadequada, vire as costas e vá embora. Evite as situações de queda.

E para quem diz que Jesus ia atrás dos pecadores, se você quer fazer o mesmo, precisa estar muito preparado, em um nível de conversão muito grande. Só pode ir buscar o pecador quem já está preparado, pois se você for sem essa preparação, quem cai é você. Assista ao vídeo de Frei Gilson, da série Itinerário da Castidade:

Evitar todas as más companhias

Seguindo no assunto das ocasiões que nos fazem cair no pecado da impureza, Frei Gilson se vale dos ensinamentos de Santo Afonso Maria de Ligório para nos mostrar que as más companhias interferem diretamente na nossa vida. Ande com os bons e seja bom. Ande com os maus e seja mau.

Por isso, repito: se alguém está falando bobagem, besteira, fofoca ou algo do tipo, vá embora! Assista e compartilhe com todos os que precisam ter contato com essa verdade:

Cortar pela raiz as más companhias

Vire as costas para qualquer tipo de indecência e não deixe que ela entre em seu coração. Tantas coisas ridículas estão sendo veneradas atualmente e as pessoas que entram nessa veneração precisam perceber o nosso desagrado. Não concorde com o erro! Não tente enturmar-se com os pecadores, pois há aí um grande perigo. Reflita.

Rolar para cima