A humanidade precisa entender que não há ninguém como Deus

A humanidade tem ocupado seu tempo em vícios e graves pecados, e as nações se entregam a todo o tipo de perversão. Quando uma pandemia mostra que o dinheiro e as condições dos poderosos não podem salvar, fica provado que o orgulho e a soberba dos tempos presentes são inúteis.