viva melhor

viva melhor

Alimentação e saúde bucal, 5 dicas para uma dieta saudável para os seus dentes

Alimentação e saúde bucal são aspectos que se relacionam diretamente por diversos motivos. Por essa razão, ter conhecimento de práticas e dicas para uma dieta saudável para os seus dentes é primordial para a saúde como um todo.

O primeiro fator que cabe ressaltar sobre a relação entre a alimentação e a saúde é que desde os primeiros dentes ela é responsável por fortalecer a estrutura e melhorar a imunidade.

Contudo, do mesmo modo, inflamações e o surgimento de problemas como a cárie também podem ser facilitados conforme os alimentos que são consumidos.

Mais ainda, se não houver uma preocupação correta com os cuidados com a cavidade oral ou houver algum problema que afete a mastigação, a absorção dos nutrientes necessários para o funcionamento de todo o corpo pode ser prejudicada.

Importância da alimentação saudável

Consumir alimentos diversos e de forma adequada contribui para variados aspectos do corpo, regulando o sistema imunológico e melhorando o sistema circulatório, bem como impactando diretamente no funcionamento de diversos órgãos.

Para se ter uma ideia, a relação da alimentação com a saúde é bastante evidenciada quando o assunto é a diabetes, patologia acentuada pelo consumo do açúcar; bem como outros problemas que são ampliados pelo consumo de gorduras, açúcares e do próprio sódio em excesso.

Da mesma forma, os alimentos que compõem o cardápio diário podem impactar na saúde bucal, favorecendo a higienização natural da cavidade oral e reduzindo os riscos de inflamações gengivais – seja pela atuação na circulação ou no combate das placas bacterianas.

Desse modo, para ampliar a saúde bucal, algumas práticas são imprescindíveis na rotina. São elas:

  • Reduzir o consumo de alimentos industrializados;
  • Minimizar o uso do sal e do açúcar;
  • Dar preferência ao consumo de frutas entre as refeições;
  • Higienizar a boca antes de dormir e ao se alimentar;
  • Ingerir a quantidade diária de água;
  • Evitar alimentos com muitos corantes;
  • Dar preferência aos sucos naturais aos de caixinha ou refrigerantes.

Confira nos tópicos a seguir os benefícios que a alimentação proporciona para a estrutura dental e outras dicas para implementar nas refeições.

alimentação saudável
Fonte da imagem: Pexels.
  1. Fortalecimento dos dentes

São diversas as substâncias e alimentos que podem contribuir para o fortalecimento e resistência da cavidade oral e da estrutura dental.

Isso porque alimentos ricos em cálcio, vitamina D e vitamina K são imprescindíveis para a formação da arcada dentária e para a reposição dos minerais responsáveis pela estrutura dental.

Além disso, tais nutrientes agem diretamente na redução da porosidade advinda de alimentos ácidos ou de outros hábitos que podem prejudicar a dentição – como o consumo do álcool.

Outra vantagem dessas substâncias é a regulação do esmalte dental, camada responsável pela proteção dos dentes e minimização dos efeitos nocivos das bactérias.

Para isso, uma dica é investir em alimentos derivados do leite, principal fonte de cálcio em alimentos de origem animal. 

Do mesmo modo, o banho de sol ao menos 15 minutos diariamente se mostra essencial para a fixação dessas vitaminas na estrutura óssea.

Dentre os alimentos que podem contribuir para a obtenção dessas substâncias estão:

  • Vegetais verde-escuros;
  • Fígado;
  • Peixes;
  • Ovo;
  • Tofu;
  • Soja;
  • Linhaça;
  • Aveia.

Cabe ressaltar ainda que tais vitaminas e minerais podem contribuir diretamente na redução dos riscos de osteoporose, além de auxiliar na fixação e adesão do corpo aos procedimentos como o implante dental.

Isso porque é necessário que haja certa resistência na estrutura da mandíbula e/ou do maxilar para que o pino que receberá a peça seja bem fixado.

  1. Melhora da imunidade e controle de inflamações

Os alimentos ricos em vitamina C, por exemplo, são grandes aliados da imunidade do corpo, contribuindo para o fortalecimento de todo o organismo.

Com isso, inflamações diversas são evitadas, assim como vírus e bactérias são controlados mais facilmente.

Neste ponto é importante mencionar que do mesmo modo que a boca é a porta de entrada de todos os nutrientes necessários para o funcionamento adequado do corpo, ela pode facilitar o acesso de substâncias prejudiciais ao organismo.

Isso ocorre porque as primeiras erupções e sinais de que os tecidos não estão bem ocorrem na boca, como o surgimento de aftas. 

Além dos intrusos se aproveitarem disso, o acesso por meio de objetos levados à boca e até mesmo da reprodução das bactérias próprias desse ambiente e dos alimentos pode ser facilitado na desregulação do corpo.

Deste modo, investir nas frutas cítricas pode ser crucial para evitar patologias como a gengivite e periodontite, fortalecendo o sistema imunológico, reduzindo o surgimento de feridas na cavidade oral e auxiliando no combate aos vírus.

Contudo, cabe ressaltar que o consumo de alimentos ácidos em excesso pode desregular o ph da boca, influenciando na porosidade dental e no surgimento da cárie. Por isso, o consumo de qualquer alimento deve ser feito de modo consciente e balanceado.

  1. Higienização natural

Investir no consumo de vegetais e frutas fibrosas é outro hábito muito indicado para a manutenção da saúde bucal.

Basicamente, esses alimentos contribuem para a regulação do fluxo salivar, auxiliando na higienização natural da cavidade oral.

Além disso, as fibras presentes nesses alimentos os tornam mais rígidos, agindo como uma escova natural e intensificando ainda mais a higienização. Com isso, esses alimentos contribuem com a remoção de resíduos e placas.

Outra vantagem desses itens é que por aumentarem o volume da saliva na boca, a regulação do PH é propiciada, reduzindo o risco de cáries e inflamações periodontais.

Alguns alimentos fibrosos que podem ser incluídos na dieta são:

  • Maçã;
  • Pera;
  • Morango;
  • Pêssego;
  • Cenoura;
  • Couve;
  • Brócolis;
  • Grão de bico;
  • Aveia;
  • Granola.

A principal vantagem desses alimentos é que eles também podem ser consumidos entre as refeições, funcionando como lanches mais saudáveis e manutencionando a higiene bucal em momentos em que não é possível realizar a escovação.

Contudo, cabe ressaltar que mesmo sendo alimentos importantes para a saúde bucal, o seu consumo não deve substituir a higienização nem o acompanhamento profissional adequado.

Já para aqueles que desejam intensificar ainda mais o aspecto de limpeza dos dentes, tratamentos como a colocação de lente de contato dental pode ser recomendado, conforme os desejos do paciente e avaliações/orientações do profissional.

  1. Redução de manchas

Além de contribuírem com a limpeza da boca, os alimentos adstringentes como a maçã e o morango também podem auxiliar no clareamento da estrutura dental, ao mesmo tempo em que aumentam o fluxo salivar.

Mais ainda, vegetais como o brócolis (que são ricos em cálcio e ferro) reforçam o esmalte dos dentes, reduzindo que os pigmentos dos alimentos se fixem na estrutura. 

Já substâncias como a caseína e a bromelina (encontradas em derivados lácteos e frutas ácidas como o abacaxi, respectivamente) também podem contribuir para a obtenção dos tão sonhados “dentes branquinhos e brilhosos”.

Isso porque elas fortalecem a esmaltação e criam uma barreira contra as manchas e as placas e bactérias bucais, que podem – inclusive – produzir cáries.

Já no caso da bromelina, além dos aspectos já abordados, ela atua como um removedor de manchas natural.

Por fim, o morango (já mencionado no início do tópico), é um alimento que contém em sua composição o ácido málico e a vitamina C, substâncias responsáveis por retirar as manchas e também por combater o acúmulo de placa bacteriana.

Contudo, apesar de serem aliados da higienização e manutenção dos aspectos dentais, as frutas não devem substituir a profilaxia profissional periódica. 

Além disso, para aqueles que desejam intensificar os efeitos clareadores, principalmente após tratamentos de alinhamento, recorrer ao clareamento dental com moldeira pode ser muito vantajoso.

  1. Acompanhamento profissional e profilaxia

Como mencionado nos tópicos anteriores, a alimentação é crucial para a saúde bucal. Contudo, sozinha, não é o bastante para garantir a qualidade da mastigação, absorção das vitaminas e prevenção de vírus e bactérias.

Afinal, sem a higienização diária correta, a cavidade oral se torna um ambiente propício para o acesso e reprodução desses agentes prejudiciais, seja pela ação dos ácidos e bactérias já presentes na estrutura ou pela umidade que facilita a adesão dos vírus aos tecidos.

Deste modo, a escovação se torna mais um hábito/dica essencial para a saúde bucal.

Na prática, o ideal é que a limpeza seja feita ao menos 3 vezes ao dia, priorizando aquelas que devem ser feitas 30 minutos após as principais refeições. 

Mais ainda, a escovação antes de dormir se mostra uma das mais importantes, devido ao tempo em que as bactérias podem circular nos tecidos bucais.

Outro ponto de atenção no momento de higienização diz respeito aos cuidados necessários para pessoas que já fazem tratamento com aparelho dental transparente ou o modelo ortodôntico metálico. 

Isso porque o modelo fixo pode agir como uma barreira durante a escovação, demandando mais cautela na passagem da escova e do fio dental para a remoção correta dos resíduos alimentares.

Já os modelos móveis como os alinhadores invisíveis também precisam ser higienizados adequadamente antes de serem colocados ou guardados, evitando a propagação de bactérias.

Por fim, as consultas de rotina não devem ser negligenciadas. Isso porque apenas o profissional será capaz de identificar possíveis ofensores à saúde bucal e indicar quais tratamentos ou medidas podem ser adotadas para minimizar os riscos de inflamações e doenças periodontais.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe da Vue Odonto, uma rede especializada em atendimento odontológico com enfoque na humanização.

Uma grande certeza: quando cobramos excessivamente os outros, é porque alguma coisa estamos deixando de fazer

Uma estratégia que os covardes usam (e eu me incluo nesse meio) para esconder suas limitações e tudo o que não deseja fazer, é mostrar as limitações dos outros e tudo o que eles não fazem. Se cada um de nós procurar fazer o exercício de olhar para si e descobrir o que pode fazer de melhor a cada dia, já estaremos contribuindo para uma humanidade melhor. Eu estou tentando, com a graça de Deus, e você?

Veja também:

O que eu deveria fazer mas não faço

Cobrar os outros é uma maneira muito fácil de desviar a atenção daquilo que não fazemos, e essa é uma ferramenta muito utilizada pelas pessoas atualmente. Precisamos fazer o movimento contrário: olharmos para o nosso interior, tudo aquilo que nos move, tudo o que podemos fazer de melhor (inclusive para ajudar os que estão com alguma dificuldade) e sermos instrumentos de Deus neste mundo.

Quando conviver com uma pessoa raivosa, que aponta o dedo e cobra demais dos outros, tenha paciência e procure entender que é alguém que vive conflitos e sente-se incapaz de algo. Com fé, diálogo e abertura, podemos construir pontes e traçar novos caminhos para relacionamentos que mudem o mundo. Vamos tentar?

Vocação, caridade, amor de Deus e verdades que você precisa entender

Uma pessoa que entende a sua missão no mundo e sabe que a felicidade verdadeira está em cumprir a vontade de Deus, vive muito mais feliz e realizada. Longe de Deus, vemos o ódio, o pecado, a infelicidade, pessoas que vivem espalhando reclamação e palavras de maldição por onde passa. No artigo de hoje compartilharemos 3 conselhos valiosos de santos da Igreja Católica Apostólica Romana.

Veja também:

Santa Gianna e a vocação

Num mundo onde tanta gente se perde na busca pelo sentido da vida e o seu lugar no mundo, é muito importante receber o conselho de uma santa sobre vocação. E não é de qualquer santa, já que Gianna Beretta Molla cumpriu seu papel de mãe e amou até as últimas consequências, dando sua vida para salvar a da última filha.

Santa Gianna e a vocação
Santa Gianna e a vocação.

Santo Agostinho e o amor de Deus

Quando amamos a Deus, pensamos primeiro Nele para depois pensarmos em nós mesmos, e amando a Deus, podemos nos amar e amar o próximo da maneira adequada. É claro que Santo Agostinho, Doutor da Igreja é capaz de falar disso de maneira sublime:

Santo Agostinho e o amor de Deus
Santo Agostinho e o amor de Deus.

Santa Teresinha e as obras de caridade

Muitas vezes somos pessoas difíceis e nos cansamos de nós mesmos. Nessas horas, o melhor refúgio e nos voltarmos para os outros e fazer o bem em obras de caridade. Na frase a seguir, Santa Teresinha do Menino Jesus diz tudo isso e mais um pouco de maneira inspirada.

Santa Teresinha e as obras de caridade
Santa Teresinha e as obras de caridade.

Se esses conselhos podem fazer bem a alguém que você conhece, não deixe de compartilhar.

6 dicas para manter uma rotina saudável

Ter uma rotina saudável é fundamental para qualquer pessoa. Muito se fala a respeito desse tema atualmente, uma vez que o ser humano está em busca de maneiras que possam melhorar a sua qualidade de vida.

Não apenas para manter o corpo em forma e ter uma boa aparência, quando nos cuidamos, prevenimos o surgimento de diversas doenças e melhoramos a nossa disposição.

Sem contar que ficamos mais dispostos para as tarefas do dia a dia, como trabalhar, ir à escola ou faculdade, realizar as tarefas variadas, entre outros, além de estarmos menos suscetíveis à contaminação por vírus e bactérias.

A rotina saudável aumenta nossa imunidade e protege nosso corpo de patologias que podem nos impedir de fazer o que gostamos e até de realizar sonhos.

Quando falamos de rotina, estamos nos referindo a ações que devem ser colocadas em prática de maneira contínua, e não apenas “de vez em quando”. Isso inclui a prática de exercícios físicos, idas periódicas ao médico, uma boa noite de sono e muitas outras ações.

Ter cuidado com a nossa saúde é cuidar da máquina que nos mantém sendo parte deste mundo, certo? Por isso, neste artigo, vamos explicar o que é uma rotina saudável, sua importância, dar algumas dicas e falar sobre seus benefícios. Acompanhe!

O que é uma rotina saudável?

A rotina saudável nada mais é do que o cultivo de hábitos bons para a saúde, que melhoram a qualidade de vida e protegem o organismo contra doenças.

Ela também melhora nosso humor e disposição, e inclui check up básico e outras práticas, como:

  • Alimentação equilibrada;
  • Exercícios físicos;
  • Boa noite de sono;
  • Beber água.

Se você der uma olhada na internet, vai encontrar milhares de sites especializados nesse assunto, uma vez que ele está em pauta e sendo cada vez mais procurado pelas pessoas. Mas por que isso acontece?

A razão é um tanto óbvia: ter uma rotina saudável é importante para nossa saúde e bem-estar. Hábitos nocivos existem aos momentos e cometemos muitos deles, sem mesmo nos dar conta.

Fumar e beber em excesso, levar uma vida sedentária, comer alimentos gordurosos, são exemplos desses comportamentos perigosos que podem prejudicar o corpo humano.

Doenças do coração, obesidade e diabetes são apenas alguns dos problemas de saúde que podem nos afetar. Mas todos eles podem ser evitados com práticas saudáveis, então por que não começar agora mesmo?

No próximo tópico, reunimos algumas dicas que, assim como os produtos naturais para emagrecer rápido, vão te ajudar a perder peso e conquistar uma rotina mais saudável. Confira!

Dicas para uma vida mais saudável

Toda rotina precisa de boas práticas para se instalar em nossas vidas. Assim como você desenvolveu aqueles que não são bons para a sua saúde, pode começar a mudar essa realidade agora mesmo. Algumas dicas para isso são:

1. Beber bastante água

Todo mundo sabe que é essencial beber água, mas nem todo mundo segue essa recomendação à risca. Ela é importante porque as reações químicas necessárias para o organismo dependem da água.

Pessoas desidratadas, por exemplo, têm mais dificuldades para eliminar secreções, seu desempenho cognitivo e humor são afetados e o intestino não funciona adequadamente.

Somente a água mantém o corpo humano devidamente hidratado, melhorando a pele e liberando diversas toxinas. A quantidade varia, mas o ideal é consumir, em média, dois litros de água por dia.

2. Dormir bem

Ter uma boa noite de sono é tão essencial quanto um plano alimentar individualizado para a nossa saúde. Uma noite bem dormida garante um dia produtivo, com mais disposição e concentração.

É durante a noite que produzimos hormônios importantes, como o do crescimento. Também é enquanto dormimos que fixamos o que aprendemos, mas algumas pessoas têm muita dificuldade em ter uma noite de sono aceitável.

Por esse motivo, quando uma pessoa não dorme bem, seu nível de estresse durante o dia aumenta muito.

Se você é uma delas, saiba que isso, na maioria das vezes, pode ser resolvido com algumas práticas. Por exemplo, um banho quente e relaxante, um ambiente bem escuro e não ficar mexendo no celular antes de se deitar são essenciais.

Evite bebidas alcoólicas e café antes de dormir, prefira um chá de camomila acompanhado de um bom livro de cabeceira. Tudo isso ajuda a criar um clima apropriado para a hora de dormir.

3. Acordar cedo

Acordar nas primeiras horas da manhã ajuda a estabelecer uma rotina produtiva. Se você não é uma pessoa matutina, pode mudar esse hábito de maneira gradual.

Comece cortando o cafezinho da noite, acordando 2 ou 3 horas mais cedo e evitando mexer no celular ou assistir TV até tarde.

Estabeleça acordar cedo como uma rotina que deve ser seguida todos os dias da semana. Com o passar do tempo, o organismo se acostuma e seu relógio biológico entende que este é seu novo horário.

Apesar de acordar cedo ser recomendável e lhe permitir apreciar um belo café da manhã com petit four de goiabada, nem todas as pessoas são matutinas ou podem viver essa rotina.

O ideal mesmo é você avaliar em quais horários funciona melhor para determinar uma rotina mais agradável e saudável.

4. Praticar atividades físicas

A prática de exercícios físicos é benéfica por diversas razões, por exemplo:

  • Melhorar o condicionamento físico;
  • Controlar a pressão arterial;
  • Diminuir riscos de infarto;
  • Aprimorar a postura;
  • Evitar o ganho de peso;
  • Aliviar o estresse.

Existe uma variedade enorme de exercícios que você pode escolher para fazer parte do seu dia a dia, como uma caminhada pelo bairro, dança, corrida, aula de pilates funcional, ioga, musculação, natação etc.

O tempo recomendado muda de uma idade a outra. Por exemplo, para crianças de 3 a 5 anos de idade, 180 minutos por dia; adolescentes 60 minutos por dia; adultos 150 minutos por dia, assim como os idosos.

5. Adotar uma alimentação saudável

Quando nos alimentamos bem, evitamos que nosso organismo se exponha a riscos como os problemas cardíacos. Para proteger o coração, é recomendável consumir alimentos como grãos integrais, frutas, castanhas, leite, iogurte e sementes.

Algumas comidas, por outro lado, podem ser consumidas, mas com moderação, como carboidratos como arroz branco e biscoitos, lácteos, bem como alimentos gordurosos e doces.

Sem contar que, alimentos ultraprocessados como salgadinhos, refrigerantes, biscoitos recheados e achocolatados aumentam ainda mais os riscos de doenças cardíacas.

Adotar uma alimentação saudável como rotina beneficia o organismo como um todo, e essas vantagens são notadas ao longo do tempo.

6. Cuidar de você

Existem muitas formas de cuidarmos de nós mesmos, como ir periodicamente ao médico para consultas de rotina, fazendo alguns exames básicos para averiguar se está tudo bem.

Por outro lado, existem tipos de cuidados que podem ser essenciais. Para os homens, por exemplo, ao chegar do trabalho, tome um banho, faça uma hidratação no cabelo e use creme olheiras masculino.

Esses cuidados também são importantes, uma vez que reforçam nosso compromisso com nós mesmos, aumentam nossa autoestima e nos preparam para um novo dia.

Benefícios da rotina saudável

Ter uma rotina saudável é essencial para o bom funcionamento do corpo e da mente. Com isso, estamos mais preparados para o dia a dia de trabalho e com a família.

Se não nos cuidamos bem, fica difícil cumprir com nossos compromissos e até mesmo realizar atividades que gostamos, como alguns momentos de lazer e viagens.

Uma rotina saudável beneficia nosso corpo de muitas maneiras. Estudos mostram que ter o hábito de beber uma taça por dia de vinho frutado branco, por exemplo, pode melhorar nossa circulação e os batimentos cardíacos.

O desempenho em atividades físicas também é algo que agrega muito, além de que alguns exercícios deixam de ser difíceis ou até impossíveis.

Outro benefício é a melhora do humor, pois quando nosso corpo está saudável e bem cuidado, nos sentimos bem-humorados e bem mais dispostos para o dia a dia.

Da mesma forma, a relação com as pessoas melhora, uma vez que estamos mais prestativos, com a autoestima assegurada e com vontade de realizar nossas atividades.

Ou seja, a relação com a família é enriquecida, assim como com os amigos, vizinhos e colegas de trabalho.

As idas ao médico também se tornam mais tranquilas, principalmente se você já tem alguma doença pré-existente, como a diabetes.

Ou seja, a rotina saudável ajuda a controlar essas doenças e a fazer com que você se sinta cada vez melhor.

Conclusão

A vida moderna nos expôs a muitos momentos de estresses, com uma rotina de trabalho pesada e um dia a dia sobrecarregado.

Precisamos estar atentos à nossa saúde, afinal, com ela em escassez não conseguimos cumprir uma agenda cheia de compromissos.

Cuidar do corpo e da mente por meio de várias práticas e as dicas que demos neste conteúdo, são fundamentais para nossa longevidade.

Mais do que viver por muito tempo precisamos viver bem, sempre prezando pela saúde e bem-estar, adotando uma rotina saudável e que só trará benefícios a médio e a longo prazo.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

12 benefícios da leitura em nossas vidas

Quando pensamos nos benefícios da leitura para nossas vidas, vemos que eles vão muito além da informação e do aprendizado.

Em países mais desenvolvidos, a leitura é influenciada desde a primeira infância, e acompanha as pessoas durante toda a sua vida.

É dessa forma que os cidadãos desenvolvem sua capacidade de raciocínio, interagem melhor com as pessoas, desenvolvem senso crítico e são capazes de mudar a sua realidade.

Também é por meio da leitura que conhecemos histórias, culturas, realidades e mundos completamente diferentes daquilo que vivemos e conhecemos.

Inclusive, ler não se restringe apenas aos livros. Com o advento da internet, o ser humano passou a ter acesso a uma infinidade de títulos, sites, notícias e outros estilos de leitura na palma da mão.

Dessa forma, estamos caminhando rumo a uma significativa melhora cognitiva e de outras habilidades, o que vai ter grandes reflexos no futuro, como uma sociedade mais capacitada para resolver seus problemas e enfrentar questões de cunho social.

Parece muito, mas isso é só o começo. Se você está buscando estímulo para começar a ler mais, neste artigo, vamos mostrar os principais benefícios que a leitura pode trazer para a sua vida. Acompanhe a leitura!

leitura
Fonte de imagem: Pixabay.

O hábito da leitura pelo mundo

A leitura é um hábito cultural, por isso, ela muda de um país para outro. Uma pesquisa realizada pela Market Research World mostrou que dentre os países que mais leem no mundo estão:

  • Índia;
  • Tailândia;
  • China;
  • Filipinas.

Os indianos dedicam cerca de 10 horas e 42 minutos por semana à leitura; seguidos pela Tailândia com 9 horas 24 minutos; China, com 8 horas e, por fim, as Filipinas, com 7 horas e 36 minutos de média de leitura semanal.

Na América Latina, o país que mais lê é a Venezuela, ocupando o 14° lugar. A Argentina está no 18° lugar, o México no 25° lugar e o Brasil encontra-se na 27° colocação.

Dessa forma, vemos que, ainda assim, o país brasileiro poderia melhorar os investimentos na leitura, assim como investe em academia para crianças e outras atividades físicas.

Isso porque a leitura traz diversos benefícios para a saúde, bem como outras práticas que adotamos no dia a dia. Entenda melhor no tópico a seguir.

leia mais
Fonte da imagem: Pixabay.

Benefícios da leitura para a saúde

Qualquer tipo de leitura, seja de um romance, um best seller, um livro de ficção, biografias ou até livros escolares trazem muitos benefícios para a saúde mental e física, apesar de nem todo mundo possuir esse hábito.

O jornal Social Science and Medicine realizou uma pesquisa com 3 mil voluntários e concluiu que aqueles que lêem cerca de 3 horas semanais vivem ao menos 2 anos a mais do que as pessoas que não leem com frequência.

Além de viver mais tempo, leitores assíduos têm mais qualidade de vida, com menos riscos de desenvolver doenças como o Alzheimer, pois o estímulo trazido pela leitura retarda os sintomas dessa doença.

Então, mesmo que você faça um check up básico anualmente, estará cuidando ainda mais da saúde se tiver o hábito de ler. Além disso, adultos que leem preservam suas habilidades mentais por muito mais tempo.

Elas são imprescindíveis para a velhice, uma vez que fazem com que o idoso seja capaz de realizar atividades sozinho, sem precisar de auxílio ou outros cuidados. Além disso, o hábito de ler traz outros benefícios para a saúde, como:

1. Diminui o estresse

Uma leitura diária de apenas 6 minutos diminui em 68% os níveis de estresse, de acordo com dados comprovados pelos pesquisadores da Universidade de Sussex, no Reino Unido.

Os voluntários da pesquisa, após esses minutos de leitura, apresentaram queda cardíaca e seus músculos estavam mais relaxados.

2. Aumenta a criatividade

Juntamente a um ambiente de estudo adequado, o hábito da leitura consegue aumentar a criatividade das pessoas. Pelo menos foi isso que os pesquisadores da Universidade de Toronto, no Canadá, descobriram.

Eles concluíram que pessoas que leem mais ficção científica aceitam melhor os pensamentos diferentes dos seus, além de compreenderem diferentes aspectos de um mesmo assunto.

Dessa forma, os leitores conseguem desenvolver a capacidade de encontrar diferentes alternativas para solucionar as questões do seu dia a dia, além de serem mais criativos no trabalho.

3. Aumenta a qualidade do sono

O hábito que muitas pessoas têm de ler antes de dormir não é à toa. Ao abrirmos um livro pouco antes de nos deitarmos, nos sentimos mais relaxados, desestressados e conseguimos entrar em um sono profundo.

4.    Melhora o foco e a concentração

Quando entramos em uma sala de palestra, precisamos nos concentrar nas informações transmitidas para absorvê-las, e pessoas que fazem leituras mais longas, têm o foco fortalecido.

Isso acontece porque ler uma quantidade maior de textos exige do leitor mais atenção e concentração. Portanto, reservar 20 minutos do dia para se dedicar à leitura fará de você uma pessoa mais concentrada e produtiva.

5.    Desperta sentimentos positivos

A New School, em Nova York, concluiu que pessoas que lêem obras de ficção são mais empáticas. Dessa forma, elas conseguem compreender melhor o estado mental do próximo, uma habilidade importante para o aspecto social.

Com isso, a convivência se torna muito mais positiva, aumentando um clima harmonioso em diferentes ambientes, como em casa e no trabalho.

Dessa forma, mais do que beneficiar a saúde física e mental, o hábito de ler é muito positivo para a sociedade, pois melhora a convivência entre as pessoas.

6. Melhora a aquisição de conhecimentos gerais

Além de trazer diversas vantagens para a nossa saúde, o hábito da leitura cultivado desde a escolinha berçário ou por jovens e adultos também promove a aquisição de conhecimentos gerais em larga escala. 

Afinal, as pessoas precisam da habilidade de conversar sobre diferentes assuntos e compreender diferentes pontos de vista.

Isso não significa ler assuntos sérios, aliás, quanto mais variamos o tipo de leitura, mais capazes nos tornamos de dialogar e trocar informações úteis para o nosso dia a dia.

Prova disso é que as pessoas que lêem bastante são mais interessantes, uma vez que elas conseguem manter uma conversa por mais tempo, independentemente do assunto.

7. Prepara para a vida

Além disso, leitores assíduos estão mais preparados para lidar com os percalços da vida. São pessoas mais empáticas, pois elas conhecem histórias, mesmo que fictícias, que refletem realidades diferentes.

Dessa forma, tornam-se indivíduos mais preparados para lidar com quem é diferente deles. 

Os livros, revistas e outros materiais, quando em conjunto – ou seja, fazendo parte da vida de uma pessoa ao mesmo tempo – são capazes de nos tirar de nosso próprio ambiente e nos inserir em outros contextos.

8. Expande o vocabulário

Além de poder mudar completamente a perspectiva e o pensamento de uma pessoa para melhor, a leitura expande o vocabulário do leitor, tornando-o capaz de expressar melhor seus sentimentos e pensamentos.

A linguagem é um organismo muito completo, que pode ser aprendida nos materiais escolares personalizados, mas também em outras fontes.

Dessa forma, nos tornamos pessoas que conseguem prender a atenção de quem conversa conosco, além de conquistar a admiração dos outros.

Exemplo disso são pessoas que conquistam boas vagas de emprego, promoções, relacionamentos e outros objetivos, por saberem se comunicar adequadamente.

9. Diminui as chances de declínios mentais

Além disso, a Universidade de Santiago de Compostela, na Espanha, concluiu que um vocabulário rico atrasa o declínio mental, um problema comum, principalmente entre as pessoas idosas.

10. Aprimora a escrita

Como consequência, o hábito de ler também melhora a escrita. Dessa forma, uma pessoa que precise escrever sobre estratégias para aula particular piano, por exemplo, conseguirá fazer isso da melhor forma, se for uma boa leitora.

Ela terá um vocabulário extenso, uma vez que já absorveu diferentes tipos de escrita, o que também a influencia no momento de escrever.

11.  Aumenta a capacidade analítica

Tudo o que um leitor assíduo escreve fica melhor, principalmente porque sua capacidade analítica é superior a de pessoas que não têm o hábito da leitura.

Aliás, o tipo de livro que mais ajuda a desenvolver essa habilidade são os que apresentam mistérios de difícil solução.

Mesmo que o leitor não consiga solucioná-lo, começa a praticar seu pensamento crítico de maneira prazerosa, analisando a situação.

12.  Aumenta a memória

Quem lê também tem uma memória muito melhor, por isso, absorve mais rápido tudo aquilo que se dedica a aprender.

Por exemplo, um leitor assíduo vai desenvolver muito melhor os conhecimentos que obteve em uma aula de violão dentro dos estúdios de música da escola.

Isso acontece porque, quando lemos um livro, precisamos nos lembrar de lugares, personagens e situações do enredo, para que possamos compreendê-lo do início ao fim.

Essa memorização constante melhora nossa capacidade de guardar informações e acumulá-las de maneira positiva em nosso cérebro.

Conclusão

Depois de conhecer todos esses benefícios que a leitura traz para nossas vidas, é importante saber estimular a nós mesmos para que possamos adquirir o hábito de ler com mais frequência.

Dessa forma, conquistamos muitos benefícios para nosso bem-estar, que certamente irão refletir de maneira positiva em nossa convivência com a sociedade e as pessoas que nos cercam.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Rolar para cima