Uma mulher que peida

Uma mulher que peida e a vida com o namorado

Uma mulher que peida pode ser considerada uma raridade por aqueles que ainda acreditam na fábula de que “mulher não peida”. Aliás, basta ter um relacionamento um pouco mais íntimo com qualquer uma para perceber que ela solta flatulências várias vezes por dia. Dependendo da alimentação e do organismo, algumas são capazes de peidar até mais que os homens! Sobre esse e alguns outros assuntos divertidos tratam os quadrinhos do MurrzStudio que vamos compartilhar hoje. 

Um bobo criando expectativas

Um bobo criando expectativas e outros quadrinhos

Um bobo criando expectativas exageradas está apenas buscando um atalho rápido para o sofrimento. Cada ser humano possui um gigantesco universo dentro de si, que abriga todos os seus pensamentos, suposições, medos, lamentações, traumas, e muito mais. Toda essa massa de nossa existência vai mudando e transformando-se com as nossas experiências. E tudo isso é maravilhoso! É mais ou menos sobre isso que falam os quadrinhos de Aldreysenhando.

Quando o casal precisa dar uma apertadinha 

Uma apertadinha e outras coisas danadinhas

Uma apertadinha safada de um casal sem vergonha é como uma demonstração de afeto e desejo, e feita da maneira correta, chega a ser algo que anima e tira o relacionamento da rotina. Com ousadia, alegria e bom humor qualquer casal vai longe na missão de sair da mesmice e deixar qualquer relacionamento muito mais animado. O artigo de hoje trata disso e traz algumas imagens motivacionais e safadinhas. 

romantismo

Pessoas que falharam na hora do romantismo

Muitos dizem por aí que o romantismo está fora de moda e que devemos pensar primeiro em nosso bem-estar, deixando a vontade de nossos parceiros em segundo plano. Mas será que realmente os relacionamentos de hoje em dia deveriam ser assim? Não é de se espantar que os relacionamentos estão durando cada vez menos e as pessoas pareçam cada vez mais descartáveis em nossa sociedade atual.

Para falar disso com uma dose de humor, compartilharemos um conteúdo que mostra como o romantismo anda esquecido.