Uma coisa terrível pode estar acontecendo todos os dias no seu banheiro

Atitudes simples e mecânicas podem esconder grandes perigos à nossa saúde. Dar a descarga com a tampa do vaso aberta, por exemplo, pode despejar uma enorme quantidade de material fecal pelo ar. Além de estar em contato direto com as pessoas que utilizam o banheiro, este material pode contaminar escovas de dente e vários outros objetos de higiene íntima. Já parou para pensar nisso?

Medo de ser cortado ao meio. Você já teve?

Nossa mente é uma máquina incrível e pode ser um instrumento de libertação, se usada para o bem, ou de prisão, se usada para o mal. Nossas experiências traumáticas podem formar barreiras quase intransponíveis, a não ser com muita dedicação e conhecimento de si mesmo. Nossos medos podem não ter nenhuma lógica e nem chance válida de acontecer, mas se pegar pensando em situações imprevisíveis desencadeia um processo de inércia e medo. 

Assistir jogos ao vivo é muito diferente

A tecnologia evolui a passos largos e, a cada dia, percebemos avanços nas mais diversas áreas. A maneira de assistir TV, por exemplo, vem mudando com impressionante rapidez. De 4, para 8k. De 3D para realidade virtual. Não vou me impressionar se, daqui a alguns meses, pudermos sentir o cheiro das coisas pelas TVs mais modernas. Bem, se essa parada do cheiro já existir e eu não conheço, me desculpem. 

Jovens adultos reclamam demais da vida

Tudo bem que a vida pode não ser um mar de rosas e nossa existência pode ser muito difícil, na verdade extremamente difícil em alguns dias. Todos nós temos bons e maus momentos. Assim é a vida. Mas existe um tipo de pessoa que vive desperdiçando todo o seu tempo se lamentando e atraindo cada vez mais desgraças. Sempre gosto de dizer aqui que nossa vida é apenas um reflexo daquilo que plantamos em nossa mente. Tudo o que pensamos com firmeza e frequência, transforma-se em ação e nossas conquistas e derrotas são baseadas em nossas ações, ou na falta delas. 

Uma mulher no corpo de um homem e um homem no corpo de uma mulher

Muito se fala sobre as diferenças entre os gêneros e também sobre vários novos gêneros que estão sendo descobertos e catalogados. Mas no artigo de hoje falaremos apenas sobre os dois gêneros iniciais: homem x mulher. Não que esse “x” signifique que um deve ser rival do outro, embora existam grupos extremos dos dois lados que lutam em frentes como o machismo e o feminismo extremado. Querer destruir o outro gênero e guerrear para provar que é melhor que o outro faz apenas com que ambos percam. Existe lugar nesse mundo para que os dois sejam vencedores, se respeitando e convivendo em harmonia. 

As pessoas adoram falar de si mesmas, né?

Vivemos em um mundo inundado de distrações e barulho, onde as pessoas se estapeiam e fazem de tudo por alguns segundos de atenção. Todo mundo tem uma história para contar e quer falar sobre seus medos, desejos e experiências. Mas contar para quem? Quem tem a sabedoria e a paciência necessária para ouvir com empatia e dedicar um tempo precioso a ouvir e entender o outro? Por que parece tão difícil não pensar apenas em nós mesmos por alguns minutos?