Religião – Satirinhas
Satirinhas

Religião

Descubra a quem o demônio mais persegue e surpreenda-se

Quem o demônio mais tenta? A surpreendente resposta de São João Maria Vianney que você acompanhará neste artigo explica o motivo pelo qual muitas pessoas vivem “tranquilamente” no pecado, como se fossem estimuladas a continuar com a má vida.

Veja também:

O pecado e a perseguição do demônio

Denunciar o pecado gera ódio no pecador, pois é muito cômodo permanecer no erro quando se está cego pelo prazer e pela “vida fácil”. O problema é que a vida fácil não leva para o Céu, e quanto mais prazer momentâneo e facilidades nós buscamos, mais nos afastamos de Deus. Convertei-vos e crede no Evangelho! Tomemos nossas cruzes e sigamos o verdeiro Jesus Cristo!

Quem o demônio mais persegue?

Acompanhe o trecho de um sermão de São João Maria Vianney na sequência de imagens a seguir e perceba quem o demônio mais persegue:

São João Maria Vianney sobre o demônio
São João Maria Vianney sobre o demônio
São João Maria Vianney sobre o demônio
São João Maria Vianney sobre o demônio
São João Maria Vianney sobre o demônio
São João Maria Vianney sobre o demônio

Essas artes foram feitas para a nossa iniciativa de evangelização pelo Instagram. Siga-nos aqui.

E para você que quer compartilhar esse texto impactante, a seguir também tem a versão em texto:

‘‘A quem o demônio mais persegue? Talvez você ache que as pessoas que são mais tentadas, são indubitavelmente,os beberrões, os provocadores de escândalos, as pessoas imodestas e sem vergonha que deitam e rolam na sujeira e na miséria do pecado mortal, que se enveredam por toda espécie de maus caminhos.

Não, meu caro irmão! Não são essas pessoas! Ao contrário, o demônio as deixa de lado, ou seja, ele se apoia nelas enquanto elas vivem, porque do contrário ele não teria tanto tempo para fazer o mal.

Isso porque, quanto mais tempo essas pessoas viverem, mais seus maus exemplos arrastarão outras almas para o Inferno.

Assim, você me perguntaria:então quem são as pessoas mais tentadas?São estas meus caros amigos, observem-nas atentamente. As pessoas mais tentadas são aquelas que estão prontas, com a graça de Deus,a sacrificar tudo pela salvação de suas pobres almas, que renunciam a todas as coisas que a maioria das pessoas buscam ansiosamente.

E não é um demônio só que as tenta, mas milhões de demônios procuram armar-lhe ciladas.’’

(Trecho de um dos sermões de São João Maria Vianney)

Eu faço o que quero e ninguém manda em mim, mas faço muito mal a mim mesmo

Muita gente sem se orgulhado com muita vaidade sobre se dono de si mesmo. “Meu corpo, minhas regras” e outros gritos de independência estão na boca de pessoas que não aceitam conselhos dos mais experientes e querem fazer tudo do seu jeito. O problema é que, dessa forma, muitas atitudes precipitadas são tomadas e os erros e pecados vão se acumulando. Por que falo isso? Porque foi o que aconteceu comigo.

Veja também:

O orgulho de defender o meu erro até o fim

Na cultura do ódio, tornou-se habitual criar uma opinião (muitas vezes sem base) e defendê-la até o fim, sem ouvir pessoas e instituições que possuem credibilidade. Quando desprezamos os valores mais indispensáveis e nos afastamos da vontade Deus, sempre caímos em um grande vazio e nos afundamos no erro.

Em determinada época da minha vida, eu dizia “faço o que quero”, sem perceber que vivia na prisão dos vícios e do pecado. Eu não fazia o que queria, mas fazia coisas impensadas, sem nenhum sentido, em busca de uma alegria que durava pouco. Para me tirar dessa condição, só mesmo o toque da graça de Deus. Você já teve a sensação de um grande vazio e falta de sentido? Conhece alguém que busca a felicidade em coisas que não têm valor?

A reclamação tem o poder de te transformar numa pessoa muito chata, e muita gente ignora isso

Muitas pessoas possuem o terrível costume de reclamar de tudo, como se a reclamação fosse a solução para todos os males. As pessoas estão cada vez mais apressadas e tão viciadas no conforto e no prazer, que acabam ficando frágeis. Uma geração de pessoas frágeis cria tempos difíceis, cheios de problemas, já que não tem a coragem necessária para lutar por tudo o que realmente importa.

Veja também:

Ninguém alcança a vitória reclamando

Muita gente acostumou-se a esconder o seu fracasso, a sua inveja, a sua preguiça atrás da reclamação. Mas a reclamação não é capaz de transformar a sua vida para melhor. A única coisa que a reclamação transforma é você. Ao reclamar, você transforma-se em uma pessoa extremamente chata! Hoje você recebe um convite: deixar de ser uma pessoa apagada e ser luz nesse mundo, com a graça de Deus. Vamos tentar?

O vídeo a seguir traz algumas confissões da minha vida que estão no meu canal. Assista e compartilhe com os “reclamões” que você conhece:

Ninguém alcança a vitória reclamando

Arte, talento e conversão -entrevista para o canal Vida de Homem

Nossa vida deve estar em conformidade com aquilo que falamos, e esse testemunho pode ajudar a inspirar outras pessoas. Falar sobre nossas dificuldades, pecados e erros nos torna mais próximos uns dos outros e contribui na caminhada. Pensando nisso, acredito que seja muito útil o conteúdo que você vai acompanhar no artigo de hoje.

Veja também:

Entrevista para o canal Vida de Homem

Fui entrevistado pelo Diego Souza, do canal Vida de Homem, que traz muito conteúdo útil e edificante para o público masculino, que tanto tem precisado recuperar valores importantes neste tempo.

Em uma conversa agradável e descontraída, falei sobre quadrinhos, o processo de criação, a história do blog Satirinhas, minha conversão, religião, entre outros assuntos. Vale a pena conferir:

Entrevista com o Altair, dono do Satirinhas

Quando as pessoas não pensam, falta o argumento e sobra o ódio

Pense comigo: como uma pessoa que defende o amor deseja o mal e a morte de quem pensa diferente? Vemos muito ódio em todos os lugares e tentam destruir todo o tipo de ideia contrária usando o que existe de mais baixo. Não se tenta argumentar, mas destruir a pessoa. Rezemos para que as pessoas possam ter contato com o único amor verdadeiro: o amor de Deus. Onde Ele está, não existe ódio e divisão.

Veja também:

Por que tanta gente defende o ódio dizendo que ama?

Vivemos tempos difíceis, onde a verdade tem sido atacada por diversas ideologias estranhas. São apresentados caminhos de pecado, de dor e sofrimento, que podem parecer bons no primeiro olhar, mas que depois levam ao sofrimento e à destruição.

Quando as pessoas não pensam, falta o argumento e sobra o ódio

Muitas pessoas ficam ofendidas quando um católico fala sobre o pecado, mas não estamos atacando os pecadores e sim o pecado que traz dor e sofrimento. Basta olharmos para a vida das pessoas que insistem no pecado. Pode demorar, mas em algum momento cairão em um grande arrependimento. Isso aconteceu comigo e não posso me calar ao falar do assunto, para que outros encontrem o caminho.

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies para melhorar a sua experiência de navegação e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nosso site, você concorda com tal monitoramento
Criado por WP RGPD Pro
Rolar para cima