Sarah Andersen e suas criações explicando o universo feminino

Adoramos quadrinhos engraçados e é muito bom separar um tempo para sorrir em meio a tantas notícias ruins e pessoas desagradáveis. Por acaso você conhece a Sarah?

Sarah Andersen é uma cartunista de 22 anos que vive no Brooklyn, e faz tirinhas semi-biográficas, baseadas na sua vida, na dos seus amigos e animais de estimação. Muitas são sobre o cotidiano feminino, mas algumas são perfeitas para qualquer pessoa. 

Veja mais

14 quadrinhos sobre as mulheres que vão tirar qualquer um do sério

A vida das mulheres não é nada fácil. Já não basta ganhar menos que os homens, sofrer assédio, violência e preconceito, agora muitas delas também viram piadas e memes na internet. Mas quando a brincadeira é sadia e é feita também por uma mulher, tudo bem. Assim são os divertidos, interessantes e bem feitos quadrinhos de Meg Quinn. A talentosa artista compartilha suas artes no Instagram e conquista vários seguidores a cada dia. Vamos conhecer um pouco mais de sua obra?

Veja mais

5 quadrinhos que mostram alguns dramas das mulheres

As mulheres possuem um universo particular que os homens não conseguem decifrar. Para eles, é muito difícil entender as necessidades, desejos, vontades e devaneios delas. Na verdade, algumas mulheres não conseguem entender suas próprias amigas e podem dar conselhos totalmente prejudicais, além da famosa inveja ou da incompreensão que existe e cria uma disputa entre algumas. É melhor dizer que existe um grande universo complexo dentro de cada mulher. 

Veja mais

A bela jornalista não esperava passar por isso

O jornalismo brasileiro é muito sério e tem muita qualidade. Aqui são feitas coberturas em tempo real, totalmente multimídia e séries jornalísticas premiadas no mundo todo. Mesmo com todo esse gabarito, não podemos escapar dos grandes imprevistos ao vivo. Afinal, quem busca estar sempre a frente da concorrência, se arrisca em transmissões ao vivo para dar o furo. 

Veja mais

O segredo de Maisa e outros pensamentos da internet

Com tanta gente online conversando e trocando tonelada de dados em informações por dia, é normal que muita coisa não saia como o esperado. Também é compreensível que algumas pessoas utilizem a rede para desabafar, rir, falar merda ou deixar alguém em situação desconfortável através do compartilhamento de um print. Se você ainda não presenciou nada disso hoje, chegou a hora de se deliciar com a zoeira tipicamente brasileira. 

Veja mais

A inveja das mulheres e outros quadrinhos de Entre as Sarjetas

Quadrinhos podem divertir, fazer rir, surpreender e também fazer pensar. Na verdade, nesse tipo de arte podemos viver várias sensações e é muito bom admirar o trabalho e valorizar quando se encontra uma boa obra. Para fazer um bom quadrinho, é necessário um bom roteiro e talento para dar vida a tudo nos traços do artista. Não é nada fácil dedicar tanto tempo e receber insultos e comentários ofensivos online (como já recebi algumas vezes em minhas criações). 

Veja mais