O segredo de Maisa e outros pensamentos da internet

Com tanta gente online conversando e trocando tonelada de dados em informações por dia, é normal que muita coisa não saia como o esperado. Também é compreensível que algumas pessoas utilizem a rede para desabafar, rir, falar merda ou deixar alguém em situação desconfortável através do compartilhamento de um print. Se você ainda não presenciou nada disso hoje, chegou a hora de se deliciar com a zoeira tipicamente brasileira. 

Veja mais

A inveja das mulheres e outros quadrinhos de Entre as Sarjetas

Quadrinhos podem divertir, fazer rir, surpreender e também fazer pensar. Na verdade, nesse tipo de arte podemos viver várias sensações e é muito bom admirar o trabalho e valorizar quando se encontra uma boa obra. Para fazer um bom quadrinho, é necessário um bom roteiro e talento para dar vida a tudo nos traços do artista. Não é nada fácil dedicar tanto tempo e receber insultos e comentários ofensivos online (como já recebi algumas vezes em minhas criações). 

Veja mais

Se dependurar de cabeça para baixo pode ser muito perigoso

A mente humana é muito complexa e cada pessoa possui um grande universo dentro de sua cabeça. Dessa forma, pensamentos inesperados e ideias que podem parecer estranhas são consideradas normais do ponto de vista científico. Principalmente quando somos jovens ou crianças, somos amplamente influenciados por adultos ou exemplos de outros jovens e crianças. Nessa fase da vida, é perigoso tentar seguir vídeos como os do “desafio do desodorante” ou “baleia azul”. Por isso, as crianças precisam de constante acompanhamento e conselhos dos mais velhos.

Veja mais

A mão do destino já tocou a sua vida?

Muitas vezes nos perdemos em nossos pensamentos e a vida parece não ter o menor sentido. As coisas ruins que acontecem mesmo quando damos o nosso máximo e ajudamos o próximo nos faz duvidar de qualquer religião, discurso, ensinamento ou seja lá o que for que a gente acredita. Existe uma força superior como um deus ou a mão implacável de um destino do qual não adianta fugir? Será que nossa vida está toda escrita mesmo antes de nascermos?

Veja mais